O CARDÁPIO DE DOM QUIXOTE

José Alberto Miranda Poza

Resumo


Neste artigo serão abordadas algumas observações a propósito da culinária em Dom Quixote, obra que dá início ao romance moderno na literatura universal. O
contexto histórico e social da Espanha imperial no qual se insere, e que contrapõe o mundo oficial triunfante à miséria e à pobreza reais que padece a maioria da população – quadro que já começou a ser desenhado no Lazarilho, onde o que prevalece, antes do que
a comida, é sua falta, a fome –, encontra a culminação no contraponto de duas personagens que dialogam desde perspectivas opostas: dom Quixote – idealista, herdeiro da velha tradição espanhola, representante de uma nobreza em franca decadência – e Sancho Pança – pragmático, que representa a tradição popular de um rústico ‘homem de bem’ –, tudo às portas do que apenas um século depois representarão na Europa as ideias
do Iluminismo e ainda da Revolução Francesa. Nesse contexto, as atitudes dos protagonistas com relação à comida irão desenhando a personalidade de cada um, mas, sobretudo, o que é mais importante, do que eles vêm simbolizar. Por fim, a multiplicidade de gêneros literários que Cervantes conjuga ao longo do romance permitirá ricas contribuições do ponto de vista cultural, pois denotarão os hábitos culinários da Espanha e
não necessariamente circunscritos apenas à época do relato.

Palavras-chave


Literatura e culinária; Cultura e culinária; Dom Quixote

Texto completo:

PDF

Referências


ALVAR, C.; MAINER, J.C.; NAVARRO, R. Breve historia de la literatura española. Madrid: Alianza Editorial, 2002.

BLANCO AGUINAGA, C.; RODRÍGUEZ PUÉRTOLAS, J.; ZAVALA, I..M. Historia social de la literatura española (en lengua castellana). Vol. I. Madrid: Castalia, 1981.

CAMBA, J. La casa de Lúculo o el arte de comer. Madrid: Reino de Cordelia, 2010.

CERVANTES, M. de El Ingenioso Caballero Don Quijote de la Mancha (I y II). Ed. J.J. Allen. Madrid: Cátedra, 1981.

CERVANTES SAAVEDRA, M. de O Engenhoso fidalgo Dom Quixote de la Macha. Edição comemorativa dos 400 anos (1605 – 2005). Tradução, Prefácio e Notas de Eugênio

Amado. Introdução de Lucílio Mariano Jr. Ilustrações de Gustave Doré. Belo Horizonte: Editora Itatiaia, 2005.

CORREAS, G. Vocabulario de refranes y frases proverbiales (1627). Ed. L. Combet. Revisada por R. James y M. Mir-Andreu. Madrid: Castalia, 2000.

FORD, R. A Handbook for Travellers in Spain. London: Jonh Murray, 1855. Disponível na Internet:

http://www.archive.org/stream/ahandbookfortra03fordgoog/ahandbookfortra03fordgoog_djvu.txt . Com acesso em 08/11/2013.

HOROZCO, S. de. Teatro universal de provérbios. Ed. José Luis Alonso Hernández.Salamanca: Universidad de Salamanca, 2005. La vida de Lazarillo de Tormes y de sus fortunas y adversidades. Ed. Alberto Blecua.Madrid: Cátedra, 2001. Lazarilho de Tormes, Edição de Medina del Campo, 1554. Organização, edição do texto em espanhol, notas e estudo crítico Mario M. González. Tradução: eloísa Costa Milton e Antonio R. Esteves. São Paulo: Editora 34, 2005. Lazarillo de Tormes and El Abencerraje. Ed. Claudio Guillén. New York: Dell, 1966.

MIRANDA POZA, J.A. El léxico de germanía en Rinconete y Cortadillo. Anuario de la Universidad Internacional SEK, nº 5, 1999, p.237-249.

MIRANDA POZA, J.A. (org.) Perspectivas y análisis sobre Cervantes y el Quijote. Recife: PPGL / EDUFEPE, 2010.

PIAMONTE, N. Historia del emperador Carlomagno y de los doce pares de Francia y de la cruda batalla que tuvo Oliveros con Fierabrás, rey de Alejandría, hijo del gran

almirante Balan. Ed. Humberto Olea M. (s.a.) Disponível na Internet: http://www.olea.biz/files/CM/CarloMagno.pdf. Com acesso em 09/11/2013.

RIQUER, M. de Aproximación al Quijote. Estella: Salvat Editores, 1983.

SANTO AGOSTINHO Confissões. Digitação: Maria Csernik. Disponível na Internet: img.cancaonova.com/noticias/pdf/277537_SantoAgostinho-Confissoes.pdf Com acesso em 05/11/2013.

VAL SÁNCHEZ, J.D. Sobre gastronomía en Valladolid. Revista de Folklore, nº 110, 1990,

p.160-170.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Arquivos Brasileiros de Alimentação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons