Opuntia fícus-indica [(L) Miller: caracterização física, físico-química e química de frutos produzidos no estado de Pernambuco – Brasil

Autores

  • Marta Assunção Alves
  • Andréa Carla Mendonça de Souza Paiva Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Recife - PE https://orcid.org/0000-0003-4650-1823
  • Samara Alvachian Cardoso Andrade Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife - PE
  • Nonete Barbosa Guerra Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife - PE

DOI:

https://doi.org/10.53928/aba.v4i2.4551

Palavras-chave:

Figo-da-índia, Tecnologia, Pós-colheita, Qualidade de frutos

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi caracterizar o fruto da palma Opuntia fícus-indica (L.) Miller, em relação aos aspectos físicos, físico-químicos e químicos com a finalidade de conhecer seu potencial tecnológico. As regiões áridas e semiáridas do Nordeste brasileiro apresentam as condições ideais para o desenvolvimento da palma Opuntia fícus-indica (L.) Miller, cujos frutos são extremamente valorizados no mercado internacional. Para que ocorra a exploração frutícola são necessários estudos, principalmente no que diz respeito à fertilidade, produtividade, ponto de colheita e definição de tecnologias pós-colheitas. Neste contexto, foram realizadas as seguintes análises nos frutos - parâmetros físicos (fruto inteiro) e físico-químicos e químicos (polpa homogeneizada). Coloração (casca e polpa), peso dos frutos, das cascas, das polpas sem semente e das sementes; rendimentos; volume do fruto; densidade; número de sementes fecundadas; matéria seca e umidade; pH; sólidos solúveis totais (ºBrix); acidez total titulável; relação SST/ATT; açúcares totais, açúcares redutores e não redutores. Os dados obtidos foram avaliados por meio de análise estatística. Os resultados demonstraram a eficácia dos critérios de colheita utilizados neste estudo para a seleção de figos da índia. No que se referem aos parâmetros físicos, físico-químicos e químicos, os frutos da P2 apresentaram diferença significativa em relação aos da P1 e P3 em relação a ºBrix, pH, açúcares totais e redutores e relação SST/ATT; e ao açúcar não redutor e à espessura da polpa. Os figos-da-índia produzidos no Sertão pernambucano apresentam características de “flavor” tanto para consumo in natura como para a elaboração de diversos produtos alimentícios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Assunção Alves

Pesquisadora da Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária.

Andréa Carla Mendonça de Souza Paiva, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Recife - PE

Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal.

Samara Alvachian Cardoso Andrade, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife - PE

Departamento de Engenharia Química.

Nonete Barbosa Guerra, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife - PE

Departamento de Nutrição.

Referências

BARBERA, G. História e importância econômica e agroecológica. In: BARBERA, G.; INGLESE, P.; PIMIENTA-BARRIOS, E. Agroecologia, cultivo e usos da palma forrageira. FAO/ Sebrae, v.132, p.1-11, 2001.

BARBERA, G.; INGLESE, P.; PIMIENTA-BARRIOS, E. Agroecologia, cultivo e usos da palma forrageira. FAO/ Sebrae, v.132, p.1-11, 2001.

BELIG, R. R.; SANTOS, C.; CORRÊA, S.; KIST, B. B.; PEREIRA, J. A. G. Anuário Brasileiro da Fruticultura, 2003. 136p.

BERNARDES-SILVA, A. P. F.; LAJOLO, F. M.; CORDENUNSI, B. R. Evolução dos teores de amido e açúcares solúveis durante o desenvolvimento e amadurecimento de diferentes cultivares de manga. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v..23, n. suplementar, p. 116-120, 2003.

BICALHO, U. O.; PENTEADO, M. V. C. Estudo do fruto e do artículo da Opuntia ficus-indica (L) Miller cultivada em Valinhos-SP: II-Características bioquímicas. Revista de Farmácia e Bioquímica da Universidade de São Paulo, v.18, n.1, 68-74, jan./jun.1982.

BICALHO, U. O.; PENTEADO, M. V. C. Estudo do fruto e do artículo da Opuntia ficus-indica (L) Miller cultivada em Valinhos-SP: I-Características bromatológicas. Revista de Farmácia e Bioquímica da Universidade de São Paulo. v.17, n.1, 93-101, jan./jun.1981.

CANTWELL, M. Manejo pós-colheita de frutas e verduras de palma forrageira. in: BARBERA, G.; INGLESE, P.; PIMIENTA-BARRIOS, E. Agroecologia, cultivo e usos da palma forrageira. FAO/ Sebrae, v.132, p.123–139, 2001.

COELHO, R. R. P.; FERREIRA-NETO, C. J.; FIGUEIRÊDO, R. M. F.; QUEIROZ, A. J. M. Características físicas e físico-químicas do fruto da palma cultivados na região do Curimataú paraibano. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS, 19, 2004, Recife. Anais eletrônicos. Recife, 2004. 1 CD-ROM.

COMPUTER program manual. Tulsa: Statsoft, 1997. (Statsoft Statistica for Windows 6.0)

ESQUIVEL, P. Los frutos de las cactáceas y su potencial como matéria prima. Agronomia Mesoamericana, v. 15, n. 2, p.215-219, 2004.

FRANÇA, V.C.; NARAIN, N.. Caracterização química dos frutos de três matrizes de acerola (Malpighia emarginata D.C.).Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.23, n.2, p 157-160, 2003.

FRANCO, G. Tabela de composição de alimentos. São Paulo: Atheneu, 1995. 307p.

GARCIA, J. C; SILVA, J. L. H. Cambios en la calidad postcosecha de variedades de tuna con y sin semilla. Revista Fitotecnia Mexicana, v. 28, n. 1, p. 9-16, 2005.

GARCIA, J. C.; VALDEZ, C. A. F. Nopalitos y tunas: producción, comercialización, poscosecha e industrialización, 2003. 225p.

GARCÍA, J. C. Fisiología y tecnología poscosecha de la tuna y el napolito. In: GARCÍA, J. C.; VALDEZ, C.A.F. (Eds.). Nopalitos y tunas: producción, comercialización, poscosecha e industrialización, p.117-152, 2003.

GARCÍA, J. C.; MARTINEZ, P.G. Effect of gibberellic acid and (2-chloroethane) phosphonic acid on glochid abscission in cactus pear fruit (Opuntia amyclaea Tenero). Posharvest Biology and Technology, 22, p.151-157, 2001.

GARCIA, J. C.; VALDEZ, C. A. F. Tendencias Actuales y Futuras en el Procesamiento del Nopal y la Tuna, 2000. 59p.

GERHARDT, L.B. de A.; MANICA, I.; KIST, H.; SIELER, R.L. Características físico- química dos frutos de quarto cultivares e três clones de goiaba em Porto Lucena, RS. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.32, n.2, p.185-192, 1997.

GHARRAS, H.EL; HASIB, A.; JAOUAD, A.; BOUADILI, A.E. Caracterizacíon química y física de tres variedades de higos chumbos amarillas de marruecos (Opuntia ficus-indica) em três estapas de madurez. Ciência y Tecnologia Alimentaria, v.5, n.2, p.93-99, 2006.

GONZAGA NETO. L.; PEDROSA, A. C.; ABRAMOF, L. BEZERRA, J. E. F.; DANTAS, A. P.; SILVA, H. M.; SOUZA, M. M. de. Seleção de cultivares de goiaba (Psidium guajava L.) para fins industriais, na região do Vale do Rio Moxotó. Revista Brasileira de Fruticultura, 8 (1): p. 55 -61, 1986.

GUERRA, N. B. Abacaxi do Nordeste – Desenvolvimento, maturidade para colheita e fisiologia pós-colheita.1979. 105p. Tese de Doutorado em Ciência dos Alimentos - Universidade de São Paulo, São Paulo,1979.

HERNÁNDEZ-PÉREZ, T.; CARRILO-LÓPEZ, A.; GUEVARA-LARA, F.; CRUZ-HERNÁNDEZ, A.; PAREDES-LÓPEZ, O. Biochemical and nutritional characterization of three prickly pear species with different ripening behavior. Plant Foods for Human Nitrition, v.60, p.195-200, 2005.

HILLS, S. F. Anatomia e morfologia. In: BARBERA, G.; INGLESE, P.; PIMIENTA-BARRIOS, E. Agroecologia, cultivo e usos da palma forrageira. FAO/ SEBRAE, v. 132, p.28 – 35, 2001.

HORWITZ, W. Official Method of Analysis of Association of Official Analytical Chemists. Washington: Association of Official Analytical Chemists, 1975. 1094p.

Instituto Adolfo Lutz – IAL (Brasil). 2005. Métodos físico-químicos para análise de alimentos. Brasília, 2005.

LAKSHIMINARAYA, S.; ALVARADO – SOSA, L.; BARRIENTOS-PÉREZ, F.. The development and postharvest physiology of the fruit of cactus pear (Opuntia amyclaea T.). In: INGLET, G.E.; CHARALAMBUS, G. (Eds.). Tropical foods: chemistry and nutrition. New York: Academic Press,.v.1, p. 69-93, 1979.

LIMA, E.D.P.A.; LIMA, C.A.A.; ALDRIGUE, M.L.; GONDIM, P.J.S. Caracterização física e química dos frutos de um-cajazeira (Spondias spp) em cinco estádios de maturação, da polpa congelada e néctar. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v.24, n.2, p.338-343, ago. 2002.

MANICA, I. Frutas nativas, silvestres e exóticas 2: Técnica de produção e mercado de feijão, figo-da-índia, fruta–pão, jaca, lichia, mangaba. Porto Alegre, p.141-245, 2002.

MANICA, I.; KIST, H.; MICHELETTO, E.L.; KRAUSE, C.A. Competição entre quarto cultivares e duas seleções de goiabeira. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v.33; n.8, p.1305-1313, 1998.

MEDINA, E. M. D.; RODRÍGUEZ, E. M. R.; ROMERO, C. D. Chemical characterization of Opuntia dillenii and Opuntia ficus-indica fruits. Food Chemistry, v. 103, p. 38-45, 2007.

NASCIMENTO, T.B. do; RAMOS, J.D.; MENEZES, J.B. Características físico-químicas do maracujá-amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa Degener) produzido em diferentes épocas. Revista Brasileira de Fruticultura, Cruz das Almas, v.20, n.1, p.33-38, 1998.

PAIVA, M.C.; MANICA, I.; FIORAVANÇO, J.C.; KIST, H. Caracterização química dos frutos de quatro cultivares e duas seleções de goiabeira. Revista Brasileira de Fruticultura, Cruz das Almas, v.19, n.1, p.57-63, 1997.

SAWAYA, W. N.; KHATCHADOURIAN, H. A.; SAFI, W. M.; AL-MUHAMMAD, H. M. Chemical characterization of prickly pear pulp, Opuntia ficus-indica, and the manufacturing of prickly pear jam. Journal of food Technology, v. 18, p. 183-193, 1983.

SCHIRRA, M.; IGLESE, P.; LA MANTIA, T. Quality of cactus pear (Opuntia ficus-indica Miller (L)) fruit i relation to ripening time, CaCl2 preharvest sprays and storage conditions. Scientia Horticulturae, v. 1362, p. 1-12, 1999.

SEPÚLVEDA, E.; SÁENZ, C. Características químicas y físicas de pulpa de tuna (Opuntia ficus-indica). Revista de Agroquímica e Tecnologia de Alimentos, v. 30, n. 4, p.551-555, 1990.

SILVA, S. R. da; MERCADANTE, A. Z. Composição de carotenóides de maracujá-amarelo (Passiflora edulis flavicarpa) in natura. Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v.22, n.3, p. 254-258, 2002.

SOUZA, A. C. M.; ROJAS, G. G.; ANDRADE, S. A. C.; GUERRA, N. B. Características físicas, químicas e organolépticas de quipá (Tacinga inamoena, Cactaceae). Rev. Bras. Frutic.v.29, n.2, p.292-295, 2007.

STATSOFT, In. STATISTICA for Windows [computer program manual]. Tulsa, OK: Statsoft, Inc., 1997.

TORRES, L. B. de V.; COSTA, M. R.; BARROS, S. H. de A.; SILVA, R. T. S.; GALDINO, P. O.. Caracterização de frutos de palma forrageira em diferentes estádios de maturação. In: I SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-COLHEITA DE FRUTOS TROPICAIS, 1., 2005, João Pessoa . Anais ...., João Pessoa, (SBPCFT), 2005.

Downloads

Publicado

2021-06-01

Como Citar

Alves, M. A., Souza Paiva, A. C. M. de, Andrade, S. A. C., & Guerra, N. B. (2021). Opuntia fícus-indica [(L) Miller: caracterização física, físico-química e química de frutos produzidos no estado de Pernambuco – Brasil. Arquivos Brasileiros De Alimentação, 4(2), 398–415. https://doi.org/10.53928/aba.v4i2.4551

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)