A concepção de professores de Química do sudeste Goiano sobre a educação ambiental

Autores

  • Kátia Martins Oliveira Seduce
  • Fernanda Welter Adams Instituto Federal Goiano/Campus Morrinhos
  • Simara Maria Tavares Nunes Universidade Federal de Goiás/Regional Catalão

Palavras-chave:

Educação Ambiental, ensino de química, prática docente

Resumo

Pesando em uma formação cidadã aos alunos, se faz necessário discutir a Educação Ambiental com estes, sendo que a concepção da mesma dos professores influencia com estes temas. Dessa forma investigar quais as concepções de professores de Química do Sudeste Goiano sobre Educação Ambiental, Tal investigação se configurou dentro de uma pesquisa de caráter quantitativo/qualitativo e utilizou como instrumento de coleta de dados questionários que foram respondidos pelos professores de Química vinculados a esta Subsecretaria. Para o tratamento dos dados obtidos através dos questionários foi utilizada a Análise Textual Discursiva que deu origem a quatro categorias: Correntes e concepções de Educação Ambiental dos professores; A Importância da dimensão ambiental no Ensino de Química e a prática pedagógica; Possibilidades e dificuldades para se trabalhar com a dimensão ambiental e Trajetória da Formação dos professores na dimensão ambiental. Os questionários revelaram que os professores reconhecem a importância da questão ambiental; porém, percebeu-se que estes sentem dificuldade de incorporar a temática ambiental em suas aulas e romper com as práticas tradicionais e conservadoras presentes no cotidiano escolar. Portanto, se faz necessário a discussão da temática em cursos de formação inicial e continuada de professores.

Biografia do Autor

Kátia Martins Oliveira, Seduce

Licenciada em Química e Mestre em Química, professora da Secretária Estadual de Educação

Fernanda Welter Adams, Instituto Federal Goiano/Campus Morrinhos

Mestre em Educação pelo programa de Pós-Graduação da Universidade Federal de Goiás/Regional Catalão com pesquisa na linha Práticas Educativas, Políticas Educacionais e Inclusão sob orientação da Profª Dra. Dulcéria Tartuci. Atua no Grupo de Pesquisa Núcleo de Pesquisa em Práticas Educativas e Inclusão (Neppein) onde tem se dedicado a pesquisar sobre a Formação de Professores de Ciências da Natureza na perspectiva da educação especial e inclusão escolar.. Especialista em " Metodologias do Ensino da Química" pela AVM Faculdade Integrada.Graduada Licenciatura em Química pela Universidade Federal de Goiás/Regional Catalão em 26 de agosto de 2014. Desenvolveu pesquisa na área de Ensino de Química, com ênfase em Jogos Didáticos. Bolsistas CAPES

Simara Maria Tavares Nunes, Universidade Federal de Goiás/Regional Catalão

Licenciada (1995) e Bacharel (2002) em Química, Mestre (1999) e Doutora em Ciências (2003) - Área de Concentração Química - pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Atualmente é Professora Associada da UAE de Educação da Universidade Federal de Catalão, na área de Ensino de Química. Foi Coordenadora Geral de Estágios da Regional Catalão (2012-2014) e Coordenadora de área do Pibid (2009 - 2014). Desenvolve projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão na Área de Ensino de Ciências, Educação Ambiental, Formação de Professores e o papel da extensão nessa formação inicial.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Edição

Seção

Debates em Ensino e Aprendizagem da Química