A utilização de textos de divulgação científica no ensino de Química: um olhar para dissertações e teses brasileiras

Autores

  • Joana Laura de Castro Martins Universidade Federal de Santa Maria
  • Mara Elisa Fortes Braibante Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

Motivação, Interdisciplinaridade, Argumentação, Alfabetização Científica

Resumo

O trabalho aqui apresentado é um recorte de uma dissertação de mestrado que investiga a potencialidade do uso de Textos de Divulgação Científica (TDC) em contexto formal de ensino. A presente investigação caracteriza-se como de cunho qualitativo exploratório documental, seguindo a organização e delineamento para uma pesquisa bibliográfica proposto por Gil (2002), onde realizou-se uma revisão em Teses e Dissertações brasileiras com o objetivo de identificar trabalhos que apresentam intervenções com o uso de TDC no Ensino de Química e dessa forma visualizar como as mesmas estão sendo desenvolvidas e quais as possíveis contribuições dessa prática. Para tanto, observamos nos trabalhos selecionados as estratégias de leitura empregadas, os níveis de ensino contemplados e os objetivos didáticos pretendidos com o uso desse material. A partir da leitura dos trabalhos selecionados emergiram três categorias referentes aos objetivos didáticos apresentados nos documentos, as quais apontam que a leitura de TDC em sala de aula para além do seu potencial motivacional pode possibilitar a promoção da interdisciplinaridade, da argumentação e da alfabetização científica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Abreu, Luciana Nobre; Massi, Luciana & Queiroz, Salete Linhares. (2007). Textos de divulgação científica no ensino superior de química. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, Anais do VI ENPEC., 6, 2007, Florianópolis.

Almeida, Maria José Pereira Monteiro. (1997). Questões formuladas e representações de alunos e professores na leitura de textos de divulgação científica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 1, 1997, Águas de Lindóia. Atas do I ENPEC. Águas de Lindóia.

Almeida, Maria José Pereira Monteiro. (2015). Divulgação Científica no ensino escolar: Possibilidades e Limites. In: Marcelo Giordan; Marcia Borin da Cunha. (Org.). Divulgação científica na sala de aula: perspectivas e possibilidades. 1ed.Ijuí/RS: Editora da Unijuí, v. 1, p. 43-66.

Batistele, Márcio Cézar Braga; DINIZ, Natália de Paiva & Oliveira, Jane Raquel Silva. (2018). O uso de textos de divulgação científica em atividades didáticas: uma revisão. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 11, n. 3.

Brasil. (2015). Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Parecer nº 2/2015. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial e Continuada dos Profissionais do Magistério da Educação Básica. Brasília, DF: CNE.

Brasil. (2002). Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP nº 1 de 18 de fevereiro de 2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Portal MEC. Brasília, DF: MEC/CNE/CP.

Brasil. (2018). Ministério da Educação; CONSED; UNDIME Nacional. Base Nacional Comum Curricular: Versão final. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf> Acesso em 10 de jul 2019.

Catanhede, Severina Coelho da Silva. (2012). Textos da Revista Ciência Hoje como recurso didático: análise e possibilidades de uso no ensino médio de química. Dissertação (Mestrado Profissional em Química). Programa de Pós Graduação em Química. Área de concentração: Ensino de Química, Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Carlos, 205 f.

Chassot, Attico. (1990). A educação no Ensino de Química. Ijuí: Ed. Unijuí 117p.

Chassot, Attico. (2011). Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 5 ed. Ijuí: Ed. Unijuí.

Chaves, Maria Amélia Lucas. (2018). Aprendizagem de química no Ensino na Educação Básica: uma sequência didática utilizando textos de divulgação científica. Dissertação (Mestrado em Ensino na Educação Básica). Programa de Pós Graduação em Ensino na Educação Básica. Universidade Federal do Espírito Santo, Centro Universitário Norte do Espírito Santo, São Mateus, 132 f.

Cheung, Derek. (2009). Developing a scale to measure students’ attitudes toward chemistry lessons. International Journal of Science Education, v. 31, n. 16, p. 2185-2203.

Chinelli, Maura Ventura; Ferreira, Marcos Vinícius da Silva & Aguiar, Luiz Edmundo Vargas. (2010). Epistemologia em sala de aula: a natureza da ciência e da atividade científica na prática profissional de professores de ciências. Ciência & Educação, v. 16, n. 1, p. 17-35.

Cunha, Marcia Borin da & Giordan, Marcelo. (2015). A divulgação científica na sala de aula: Implicações de um Gênero. In: Marcelo Giordan; Marcia Borin da Cunha. (Org.). Divulgação científica na sala de aula: perspectivas e possibilidades. 1ed.Ijuí/RS: Editora da Unijuí, v. 1, p. 67-86.

Cunha, Marcia Borin da & Giordan, Marcelo. (2009). A Divulgação Científica como um Gênero de Discurso: implicações na sala de aula. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 7, 2009. Atas do VII ENPEC, 2009, Florianópolis, p. 1-12.

Fatareli, Elton Fabrino. (2011). Argumentação no ensino de Química: textos de divulgação científica desencadeando debates. Dissertação (Mestrado Profissional em Química), Área de concentração: Ensino de Química. Programa de Pós-graduação em Química. Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Carlos.

Fazenda, Ivani Catarina Arantes; Tavares, Dirce Encarnacion & Godoy, Herminia Prado. (2015). Interdisciplinaridade na pesquisa científica. Campinas, São Paulo: Papirus.

Ferreira, Luciana Nobre de Abreu. (2009). Texto de divulgação científica no ensino superior de química: funcionamento e produção de sentidos. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências. Universidade Federal de São Paulo, São Carlos, 207 p.

Ferreira, Luciana Nobre de Abreu. (2012). Textos de divulgação científica para o ensino de química: características e possibilidade. Tese (Doutorado em Ciências). Programa de Pós-graduação em Química. Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Carlos, 290 f.

Flor, Cristhiane Cunha & Cassiani, Suzani. (2012). Estudos envolvendo linguagem e educação química no período de 2000 a 2008 – algumas considerações. Revista Ensaio, Belo Horizonte. v. 14, n. 01, p.181-193.

Freitas, Amanda Pereira de. (2017). Percepções de Professores de Química do Nível Médio acerca do Ensino por Resolução de Problemas por meio da Divulgação Científica de pesquisas desenvolvidas nesta direção. Dissertação (Mestrado), área de concentração: Ensino de Ciências. Programa de Pós-Graduação em Ensino das Ciências. Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, 210 f.

Gil, Antônio Carlos. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas.

Gil, Antônio Carlos. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas.

Gomes, Verenna Barbosa. (2012). Divulgação científica na formação inicial de professores de química. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Ciências), Universidade de Brasília, Brasília, 139 f.

Guzzi, Mara Eugênio Ruggiero de. (2014). O museu de ciências como promotor da motivação: lembranças do público do setor de química do CDCC/USP. Tese (Doutorado em Ciências). Programa de Pós-graduação em Química. Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Carlos, 126 f.

Iwata, Adriana Yumi. (2015). Alfabetização e divulgação científica de química por meio da produção de histórias em quadrinhos. Dissertação (Mestrado em Química). Programa de Pós Graduação em Química. Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, São Carlos, 102 p.

Japiassu, Hilton. (1976). Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago.

Krasilchik, Myriam & Marandino, Martha. (2004). Ensino de ciências e cidadania. São Paulo: Moderna.

Lüdke, Menga & André, Marli. (2013). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2 ed. Rio de Janeiro: E.P.U.

Lunardi, Cátia. (2019). Divulgação do conhecimento químico: feira de ciências fundamentada na história da diabetes no decorrer século XX. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós Graduação em Docência para a Educação Básica, Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências, Bauru, 152 f.

Moreira, Nelson dos Santos. (2014). Lavoisier, da alquimia à química moderna: teatro para a popularização científica e a educação em ciência. Dissertação – (Mestrado em Ensino de Ciências da Natureza). Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências da Natureza, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 106 f.

Nascimento, Tatiana Galieta. (2008). Leituras de divulgação científica na formação inicial de professores de ciências. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 376f.

Paraná. (2008). Secretaria do Estado da Educação. Superintendência da Educação. Diretrizes Curriculares da Educação Básica. Ciências.

Parra, Kenia Naara. (2018). Contribuição de palestras de divulgação científica da química para a motivação para o aprendizado em estudantes do primeiro ano do Ensino Médio: uma perspectiva da Teoria da Autodeterminação. Tese (Doutorado em Ciências). Área de concentração: físico-química. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências. Instituto de Química de São Carlos da Universidade de São Paulo, São Carlos.

Pianheri, Anieli. (2013). Produção e análise de mídias sobre o tema “aquecimento global” para a divulgação e o ensino de química. Dissertação (Mestrado Profissional em Química). Programa de Pós Graduação em Química. Área de concentração: Ensino de Química, Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Carlos, 85 f.

Priolli, Thais Moreno. (2015). Métodos multimídias no ensino de conceitos de química. Dissertação (Mestrado Profissional em Química). Programa de Pós Graduação em Química. Área de concentração: Ensino de Química, Universidade Federal de São Carlos – UFSCar, São Carlos, 165 p.

Queiroz, Salete Linhares; Ferreira, Luciana Nobre de Abreu & Imasato, Hidetake. (2012). Textos de divulgação científica no ensino superior de química: aplicação em uma disciplina de Química Estrutural. Educación Quimica, v. 23, n. 1, p. 49-54.

Queiroz, Salete Linhares & Ferreira, Luciana Nobre de Abreu. (2015). Utilização de textos de divulgação científica em salas de aula de química. In: Marcelo Giordan; Marcia Borin da Cunha. (Org.). Divulgação científica na sala de aula: perspectivas e possibilidades. 1ed.Ijuí/RS: Editora da Unijuí, v. 1, p. 131-160.

Queiroz, Salete Linhares; Ferreira, Luciana Nobre de Abreu & Imasato, Hidetake. (2012). Textos de divulgação científica no ensino superior de química: aplicação em uma disciplina de Química Estrutural. Educación Quimica, v. 23, n. 1, p. 49-54.

Rocha, Marcelo Borges. (2012). Contribuições dos textos de divulgação científica para o ensino de Ciências na perspectiva dos professores/Contributions of Scientific Texts for Teaching Science in the Perspective of Teachers. Acta Scientiae, v. 14, n. 1, p. 132-150.

Rocha, Marcelo Borges. (2003). O potencial didático dos textos de divulgação científica segundo professores de Ciências. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências e Saúde), Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Rodrigues, Ciléia. (2015). Leitura e Interpretação: Desenvolvendo Autonomia no Aprendizado de Química. Dissertação (Mestrado em Educação em Ciências). Programa de Pós Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde. Universidade Federal de Santa Maria – UFSM, Santa Maria.

Santana, Débora Cristina Oliveira de. (2016). O uso de Texto de Divulgação Científica em uma Unidade de Ensino com uma abordagem CTS para educação química. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 127 f.

Silva, Henrique Cézar & Almeida, Maria José Pereira Monteiro. (2005). O deslocamento de aspectos do funcionamento do discurso pedagógico pela leitura de textos de divulgação científica em aulas de física. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 4, n. 3, p. 155-179.

Solé, Isabel. (1998). Estratégias de leitura. Porto alegre: Artes médicas.

Terrazan, Eduardo & Gabana, Marciela. (2003). Um estudo sobre o uso de atividade didática com texto de divulgação científica em aulas de física. Anais do IV ENPEC. Bauru, São Paulo.

Vieira, Alethéa Cristina. (2019). Divulgação Científica: possibilidades de inclusão na prática pedagógica de professores de Química. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação. Área de concentração: Sociedade, Estado e Educação, Linha de Pesquisa: Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE, Cascavel, 149 f.

Wenzel, Judite Scherer. (2014). A escrita em processos interativos: (Re)significando conceitos e a prática pedagógica em aulas de química. 1ª. ed. Curitiba: Appris, v. 1.

Zamboni, Lilian Márcia Simões. (2001). Cientistas, jornalistas e a divulgação científica: subjetividade e heterogeneidade no discurso da divulgação científica. Campinas: Autores Associados.

Downloads

Publicado

2021-08-07

Como Citar

Martins, J. L. de C., & Braibante, M. E. F. (2021). A utilização de textos de divulgação científica no ensino de Química: um olhar para dissertações e teses brasileiras. Revista Debates Em Ensino De Química, 7(1), 105–133. Recuperado de http://journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/3622

Edição

Seção

Debates em Divulgação Científica, Artes e Espaços Não Formais