TENDÊNCIA E VARIABILIDADE ANUAL DA PLUVIOSIDADE NO MUNICÍPIO DE MORRO DO CHAPÉU, BAHIA, BRASIL

Autores

  • Taiara Souza Costa Universidade Federal de Viçosa
  • Ramon Amaro de Sales
  • Roberto Filgueiras
  • Robson Argolo dos Santos
  • Evandro Chaves de Oliveira

Palavras-chave:

agrometeorologia, déficit hídrico, disponibilidade hídrica, semiárido

Resumo

 O objetivo deste estudo foi analisar a tendência pluviométrica temporal e verificar o comportamento de tendência do índice de aridez da série histórica de 39 anos no município de Morro do Chapéu, Bahia. Os dados meteorológicos foram disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, no período de janeiro de 1962 a dezembro de 2018. Com estas informações, foi possível utilizar técnicas estatísticas de análise exploratória para entender a dinâmica climática. Com base nos resultados encontrados, constatou-se que a média dos totais anuais de chuva e temperatura para a série foi 59,95 mm e 20,94 ºC respectivamente, revelando pelo teste de Mann-Kendall uma tendência crescente de aridez, sendo obtido a classificação climática clima C1wB’3a’. O balanço hídrico resultou em dez meses de deficiência hídrica, retida apenas nos meses de fevereiro e dezembro. A classificação climática Conclui-se que, as informações permitiram conhecer a dinâmica ambiental temporal do município, permitindo elaborar e implementar adequado planejamento agrícola para melhor convivência com sua diversidade e consequentemente maior desenvolvimento rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taiara Souza Costa, Universidade Federal de Viçosa

Mestranda em Engenharia Agrícola, na Universidade Federal de Viçosa

Ramon Amaro de Sales

Doutorado da Universidade Federal de Viçosa , Departamento de Fitotecnia.

Roberto Filgueiras

Doutorado da Universidade Federal de Viçosa , no departamento de Engenharia Agrícola

Robson Argolo dos Santos

Doutorando Engenharia Agrícola na Universidade Federal de Viçosa

Evandro Chaves de Oliveira

 O objetivo deste estudo foi analisar a tendência pluviométrica temporal e verificar o comportamento de tendência do índice de aridez da série histórica de 39 anos no município de Morro do Chapéu, Bahia.Os dados meteorológicos foram disponibilizados pelo Instituto Nacional de Meteorologia – INMET, no período de janeiro de 1962 a dezembro de 2018. Com estas informações, foi possível utilizar técnicas estatísticas de análise exploratória para entender a dinâmica climática. Com base nos resultados encontrados, constatou-se que a média dos totais anuais de chuva e temperatura para a série foi 59,95 mm e 20,94 ºC respectivamente, revelando pelo teste de Mann-Kendall uma tendência crescente de aridez, sendo obtido a classificação climática clima C1wB’3a’. O balanço hídrico resultou em dez meses de deficiência hídrica, retida apenas nos meses de fevereiro e dezembro. A classificação climática Conclui-se que, as informações permitiram conhecer a dinâmica ambiental temporal do município, permitindo elaborar e implementar adequado planejamento agrícola para melhor convivência com sua diversidade e consequentemente maior desenvolvimento rural.

Referências

ALVARES, C. A.; STAPE, J. L.; SENTELHAS, P. C.; GONÇALVES, J. L. M.; SPAROVEK, G. Koppen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, Vol. 22, No. 6, 711–728, 2014. http://dx.doi.org/10.1127/0941-2948/2013/0507.

CASTRO, C. N. A agricultura no Nordeste brasileiro: oportunidades e limitações ao desenvolvimento. BRASÍLIA: IPEA, 2012 (Texto para Discussão do IPEA n. 1786).

CPRM. COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS. Disponível em: < http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/4870>. Acesso em: 15 de jan. 2020.

CUNHA, G.R.; BARNI, N. A, HAAS, J. C.; MALUF, J. R. T.; MATZENAUER, R.; PARSINATO, A.; PIMENTEL, M. B. M.; PIRES, J. L. F. Zoneamento agrícola e época de semeadura para soja no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Passo Fundo, v. 9, n. 3, p. 446-459, 2001.

FRANCISCO, P. R. M.; MEDEIROS, R. M.; SANTOS, D.; MATOS, R. M. Classificação Climática de Köppen e Thornthwaite para o Estado da Paraíba. Revista Brasileira de Geografia Física, v. 08 n. 4, p. 1006-1016, 2015.

FRITZSONS, E.; WREGE, M. S.; MANTOVANI, L. E. Altitude e temperatura: estudo do gradiente térmico no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Climatologia, Curitiba, v.16, 2016. http://dx.doi.org/10.5380/abclima.v16i0.39665.

HUANG, J.; Sun, S.; XUE, Y. & Zhang, J. Spatial and temporal variability of precipitation indices during 1961-2010 in Hunan Province, central south China. Theoretical and Applied Climatology, v. 118, n. 3, p. 581-595, 2014. http://dx.doi.org/10.1029/2005JD006119.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/morro-do-chapeu/panorama>. Acesso em: 05 de fev. 2019.

INMET. Instituto Nacional de Meteorologia. Clima [Internet]. Disponível em: <http://www.inmet.gov.br/portal/index.php?r=bdmep/bdmep>. Acesso em: jan 2019.

JESUS, J. B. Estimativa do balanço hídrico climatológico e classificação climática pelo método de Thornthwaite e Mather para o município de Aracaju-SE. Scientia Plena, Sergipe, v. 11, n. 5. 2015.

LIMA, R. C. C.; CURI, W. F.; SANTOS, A. O. S.; COSTA, T. S. P. S. Sistema de avaliação espacial do processo de desertificação no semiárido brasileiro. Revista Gaia Scientia, v. 10, n. 4, p. 690-707, 2016.

KASSAM, A. H. Multiple cropping rainfed productivity in Africa. Working Paper no 5. FAO Rome Italy. p. 88, 1979.

KENDALL, M.G., 1975. Rank correlation methods, First Edition. ed. C. Griffin.

LOBÃO, J. S. B.; ROCHA, W. J. S. F.; SILVA, A. B. Geoprocessamento na modelagem da vulnerabilidade natural à erosão no município de morro do chapéu-Ba. Revista Brasileira de Cartografia, Uberlândia, v. 63, n.1, 2011.

MANN, H.B., 1945. Nonparametric tests against trend. Econom. J. Econom. Soc. 13, 245–259.

MORENGO, A. J.; ALVES, L. M.; BESERRA, A. E.; LACERDA, F. F. Variabilidade e mudanças climáticas no semiárido brasileiro. In: MEDEIROS, S. S.; GHEYI, H. R.; GALVÃO, C. O.; PAZ, V. P. S. Eds. Recursos hídricos em regiões áridas e semiáridas. Campinas Grande-PB: Instituto Nacional do Semiárido, p. 383-416, 2011.

OLIVEIRA, J. A. M.; OLIVEIRA, C. M. M. Balanço hídrico climatológico e classificação climática para o município de Arinos-Mg. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, Fortaleza, v. 12, n. 6, p. 3021 – 3027, 2018. https://doi.org/10.7127/rbai.v12n600901.

PASSOS, M. L, V.; ZAMBRZYCKI, G. C.; PEREIRA, R. S. Balanço Hídrico Climatológico E Classificação Climática Para O Município De Balsas-Ma. Revista Scientia Agraria, Curitiba, v. 18 n°. 1, p. 83-89, 2017. http://dx.doi.org/10.5380/rsa.v18i1.48584.

PEREIRA, A.R.; ANGELOCCI, L.R.; SENTELHAS, P.C. Meteorologia Agrícola. Piracicaba-SP, 2007.

ROLIM, G.S.; SENTELHAS, P.C.; BARBIERI, V. Planilhas no ambiente EXCELTM para os cálculos de balanços hídricos: normal, sequencial, de cultura e de produtividade real e potencial. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v. 6, n.1, p 133- 137, 1998.

SALES, R. A.; OLIVEIRA, E. C.; LIMA, M. J. A.; GELCER, E. M., Santos. R. A., & LIMA, C. F. Ajuste dos coeficientes das equações de estimativa da evapotranspiração de referência para São Mateus, ES. Revista Irriga, Botucatu, v. 23, n. 1, p. 154-167, 2018. https://doi.org/10.15809/irriga.2018v23n1p154.

SALVIANO, M. F.; GROPPO, J. D.; PELLEGRINO, G. Q. Análise de Tendências em Dados de Precipitação e Temperatura no Brasil. Revista Brasileira de Meteorologia, v. 31, n. 1, 64-73, 2016. http://dx.doi.org/10.1590/0102-778620150003

SANTOS, G. O.; HERNANDEZ, F. B. T.; ROSSETI, J. C. Balanço hídrico como ferramenta ao planejamento agropecuário para a região de Marinópolis, noroeste do estado de São Paulo. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, Fortaleza, v. 4, n. 3, p. 142-149, 2010. https://doi.org/10.7127/RBAI.V4N300010.

SANTOS, R. A.; MARTINS, D. L.; SANTOS, R. L. Balanço hídrico e classificação climática de köppen e thornthwaite no município de Feira de Santana (BA). Revista Geo UERJ, Rio de Janeiro, n. 33, e, 34159, 2018. https://doi.org/10.12957/geouerj.2018.34159.

SILVA, A. O.; QUELUZ, J. T. A.; KLAR, A. E. Spatial distribution of climatic water balance in different rainfall regimes in the State of Pernambuco. Revista Brasileira de Tecnologia Aplicada nas Ciências Agrárias, Guarapuava, v. 6, n. 1, p. 7-19, 2013. https://doi.org/10.5935/PAeT.V6.N1.01.

TUBELIS, A; NASCIMENTO, F. J. L. Meteorologia Descritiva. Fundamentos e Aplicações Brasileiras. São Paulo SP: 1o ed. Livrária Nobel S/A p. 374, 1983.

THORNTHWAITE, C. W. An approach toward a rational classification of climate. Geographical Review. 38:55-94, 1948.

THORNTHWAITE, C. W.; MATHER, J. R. The water balance. Publications in climatology. Laboratory of Climatology, New Gersey, v. 8, p. 104, 1955.

Downloads

Publicado

2022-01-04

Como Citar

Costa, T. S., Amaro de Sales, R., Filgueiras, R., Argolo dos Santos, R., & Chaves de Oliveira, E. (2022). TENDÊNCIA E VARIABILIDADE ANUAL DA PLUVIOSIDADE NO MUNICÍPIO DE MORRO DO CHAPÉU, BAHIA, BRASIL. Anais Da Academia Pernambucana De Ciência Agronômica, 18(2). Recuperado de http://journals.ufrpe.br/index.php/apca/article/view/3254