Intolerante não sou eu, intolerante é o Outro: um olhar antropológico

Rosa Maria de Aquino, Cássio Raniere Ribeiro Silva

Resumo


Neste artigo a intolerância religiosa e seus agentes são vistos através da expectativa dos fiéis e são analisadas sob a ótica de teorias que produzem corpo para o debate sobre alteridade. Aqui, apresentamos 04 casos de intolerância religiosa protagonizadas por agentes diversos no cenário nacional. Os episódios reunidos resultam de incursões sócio antropológicas, bem como, de casos relatados na literatura. Os fatos sugerem, mesmo, que fiéis mobilizam sua intolerância religiosa através de uma espécie de etnocentrismo atávico. O “intolerante” carrega consigo duas faces, racional/sentimental, a primeira caracterizada pela incapacidade intelectual em compreender a diferença e, a segunda, que é agir a dissemelhança com sentimentos de dor, ódio e, mesmo, extermínio (ROCHA, 1994, p.7). No final do artigo, reservamos espaço para debater alguns dos marcos legais regidos pelos direitos humanos

Palavras-chave


Diversidade Religiosa; Direitos Humanos; Intolerâncias

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Revista Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons