O velório da minha mãe em uma etnografia de emoções: reflexões antropológicas sobre morte e afetos

Autores

Palavras-chave:

Antropologia da Morte, Velório, Afetações

Resumo

O presente trabalho apresenta uma descrição etnográfica de um complexo ritual fúnebre onde tais processos estão relacionados à morte de um ente querido. Assim, apreende-se a morte a partir da proximidade com tal experiência, fenômeno que elenca um conjunto de elementos que o compõe e que lhe conferem significado. Pretende-se, portanto, afirmar que a morte de um ente querido reordena não somente a experiência social da vida, mas das ideias teóricas e dos afetos com que construímos nossas narrativas.

Biografia do Autor

Whodson Silva, Universidade Federal de Minas Gerais Projeto Nova Cartografia Social

Doutorando em Antropologia na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Antropologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), bacharel em Administração pela Faculdade Santa Helena (FSH), licenciado em Ciências Sociais pela Universidade de Pernambuco (UPE). Graduação sanduíche na Universidad de Antioquia (Medellín, Colômbia), no curso de Antropologia. Integra o Projeto Nova Cartografia Social - secção Pernambuco. Membro do Laboratório de Estudos sobre Ação Coletiva e Cultura (LACC), Linha de Pesquisa: Cartografia Social e Identidades Coletivas.

Downloads

Publicado

2020-07-03