A TRAÇA E O TRAÇO: A RETÓRICA DISCURSIVA EM MANOEL DE BARROS E GUIMARÃES ROSA

Igor Rossoni

Resumo


O presente ensaio visa a refletir sobre estratégias e aspetos retóricos de tratamento de linguagem em textos de Guimarães Rosa e Manoel de Barros

Palavras-chave


Poesia; Narrativa; Recursos discursivos; Linguagem estética

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, Manoel de. Livro de pré-coisas. Rio de Janeiro: Record, 1985.

______. Livro das ignorãças. Rio de Janeiro: Record/Altaya, 1993.

______. Ensaios fotográficos. Rio de Janeiro: Record, 2000.

BRIK, O. in EIKHENBAUM, B. Teoria da Literatura – Formalistas Russos. Porto Alegre: Globo, 1971.

GENETTE, Gerárd. Discurso da Narrativa. Trad. Fernando Cabral Martins. Lisboa: Vega Universidade, sd.

GRACIA-RODRIGUES, kelcilene. De corixos e de veredas: a alegada similitude entre as poéticas de Manoel de Barros e Guimarães Rosa. Tese de Doutorado. Araraquara: FCLAr/UNESP, 2006.

JAKOBSON, R. in EIKHENBAUM, B. Teoria da Literatura – Formalistas Russos. Porto Alegre: Globo, 1971.

LEONEL, Maria Célia. Guimarães Rosa: Magma e gênese da obra. São Paulo: Ed. UNESP, 2000.

LORENZ, G. in COUTINHO, Eduardo F. (org.). Guimarães Rosa. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1983. (Fortuna crítica, 6).

MARTINS, Bosco; TRIMARCO, Cláudia; DIEGUES, Douglas. Três momentos de um gênio. In: Caros Amigos. São Paulo: Ano 10, nº 117, Dez/2006.

MARTINS, Nilce Sant’Anna. As muitas palavras de João Guimarães Rosa . São Paulo: Edusp, 2001)

NOVIS, Vera. Tutaméia: engenho e arte. São Paulo: Perspectiva/Editora da Universidade de São Paulo, 1989.

PAZ, Octavio. O Arco e a Lira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

________.Signos em rotação. São Paulo: Perspectiva, 1976.

ROSA, João Guimarães. Sagarana. 18ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1976.

______. No Urubuquaquá, no Pinhém (Corpo de baile II). 5ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1976.

______. Grande Sertão: veredas. São Paulo: Círculo do Livro, 1984.

______. Tutaméia: terceiras estórias. 4ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1976.

______. Ficção completa. São Paulo: Nova Aguilar, 2 volumes, 2009.

STESSUK, Silvio. Breviário rosiano. Tese de Doutorado, Assis: FCL/UNESP, 2005.

XISTO, P. in COUTINHO, Eduardo F. (org.). Guimarães Rosa. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1983. (Fortuna crítica, 6).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Entheoria: Cadernos de Letras e Humanas ISSN 2446-6115

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Departamento de Letras e Artes - Programa de Pós-graduação em Estudos Literários - UEFS (http://www2.uefs.br/ppgldc/revistas.html)