LUZES E SOMBRAS? ESPECTROS DA Iª REPÚBLICA NA LITERATURA PORTUGUESA CONTEMPORÂNEA

Autores

  • Maria do Carmo Pinheiro Silva Cardoso Mendes Instituto de Letras e Ciências Humanas, Universidade do Minho

Palavras-chave:

Primeira República, literatura portuguesa contemporânea

Resumo

Pretendo revisitar neste ensaio as conquistas e derrotas da Primeira República Portuguesa na literatura contemporânea. A análise centra-se em três romances –  Levantado do Chão, de José Saramago, Vida e Morte dos Santiagos e O Segredo de Miguel Zuzarte, de Mário Ventura – e uma peça teatral – A Maçon, de Lídia Jorge.Os textos revelam: Levantado do Chão, um desencanto irónico sobre o poder repressor da autoridade, a alienação dos mais fracos e a violência sobre classes exploradas, de modo a provar que República, mais do que uma rutura e de praxis, é uma continuação dos desacertos da Monarquia; os romances de Mário Ventura, uma combinação de ficção e factualidade que desvenda acontecimentos históricos futuros, sobretudo a sobrevivência de projetos republicanos; A Maçon, a exaltação de uma influente mulher republicana, ativista e feminista Adelaide Cabete, tornada símbolo de rebeldia e de inconformismo contra a enfraquecida visão das mulheres portuguesas na Iª República.

Referências

AA. VV. 1910. Uma antologia literária. Lisboa: Dom Quixote, 2010.

CASTRO, Zília Osório de & ESTEVES, João. Dicionário no Feminino (séculos XIX-XX). Lisboa: Livros Horizonte, 2005.

CATROGA, Fernando. O Republicanismo em Portugal. Da formação ao 5 de Outubro de 1910. Coimbra: Faculdade de Letras, 1991.

JORGE, Lídia. A Maçon. Lisboa: Dom Quixote, 1997.

LETRIA, José Jorge. O Vermelho e o Verde. Lisboa: Planeta, 2010a.

LETRIA, José Jorge. Morro bem, salvem a Pátria! Lisboa: Oficina do Livro, 2010b.

MARQUES, António de Oliveira. A Primeira República Portuguesa. Lisboa: Texto Editores, Lda., 2010.

PESSOA, Fernando. Mensagem. Lisboa: Ática, 1979.

RAMOS, Rui. História de Portugal. A segunda fundação (1890-1926). Lisboa: Editorial Estampa, 2001.

RODRIGUES, Urbano Tavares. T. Recensão crítica a Vida e Morte dos Santiagos de Mário Ventura, In: Colóquio / Letras, 92, 1986, pp. 101-102.

SAMARA, Maria Alice (2007). Operárias e Burguesas. As mulheres no tempo da República. Lisboa: A Esfera dos Livros, 2007.

SARAMAGO, José. Levantado do chão. 17ª edição, Lisboa: Caminho, 2008.

VENTURA, Mário. O Segredo de Miguel Zuzarte. Lisboa: Círculo de Leitores, 2001.

VENTURA, Mário. Vida e Morte dos Santiagos. 5ª edição, Lisboa: Casa das Letras/Editorial Notícias, 2005.

Downloads

Publicado

2020-12-29