DE MARCELO RUBINI A JEP GAMBARDELLA: A CONSTRUÇÃO DO EU ATRAVÉS DA ALTERIDADE

Marcela Adélia de Oliveira Leite, Ivo Di Camargo Jr.

Resumo


A motivação maior deste artigo é o fato do cinema ter uma aproximação com a realidade, tendo o princípio da Alteridade, proposto por Bakhtin, como maior catalisador. Foram analisadas as personagens Marcelo Rubini, do filme La Dolce Vita (1960), de Federico Fellini e Jep Gambardella, do filme La Grande Bellezza (2014) de Paolo Sorrentino, com o intuito de dialogar diacronicamente que suas relações com a alta sociedade romana, somadas ao passar do tempo, deram origem a dois homens semelhantes, mas com visões de mundo modificadas pelo olhar do tempo, respondendo aos questionamentos filosóficos propostos. Neste trabalho tentaremos demonstrar isto por meio dos conceitos da filosofia da linguagem bakhtiniana.


Palavras-chave


Alteridade; Cinema; Dialogismo; Ideologia; Polifonia

Texto completo:

PDF

Referências


BAKHTIN, M. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Ed. HUCITEC, 2004.

______. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Ed. Martins Fontes, 2003.

DI CAMARGO, Ivo Jr. O dialogismo bakhtiniano em Forrest Gump, de Robert Zemeckis. 2006.

Grupo de estudos de Gêneros do Discurso (GEGe). Palavras e contrapalavras – Glossariando conceitos, Categorias e noções de Bakhtin, Pedro & João Editores, 2013.

______. Palavras e contrapalavras – Circulando Pensares do círculo de Bakhtin. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013.

______. Veredas bakhtinianas – De objetos a sujeitos. São Carlos: Pedro & João Editores, 2006.

______. Palavras e contrapalavras – Construindo o Sujeito em alter-ação. São Carlos: Pedro & João Editores, 2014.

MARQUES, L. Provocações de Alteridade. In: Grupo de estudos de Gêneros do Discurso (GEGe). Palavras e contrapalavras – Construindo o Sujeito em alter-ação. São Carlos: Pedro & João Editores, 2014.

MIOTELLO, V. Ideologia. In: BRAIT, Beth. Bakhtin – Conceitos Chaves. São Paulo: Contexto, 2005.

______ & DICAMARGO, Ivo. Em busca da chave do novo humanismo: Bakhtin, o chaveiro do século XXI. In: Revista de Letras Norte@mentos, 2008/02.

______. O diferente sou eu para o outro – Teses sobre Alteridade rascunhadas à luz e sombra de Bakhtin, In: ______. O diferente instaura o diferente – compreendendo as relações dialógicas. São Carlos: Pedro & João Editores, 2011.

OSORIO, Ester Mirian Rojas (org.) Mikhail Bakhtin – diálogo entre literatura e o cinema latino-americano. São Carlos: Pedro & João Editores, 2014.

______. Mikhail Bakhtin e os gêneros de discurso na educação. São Carlos: Pedro & João Editores, 2011.

STAM, R. Bakhtin – Da teoria literária à cultura de massa. São Paulo: Ática, 1993.

______. Bakhtin e a crítica midiática. In. RIBEIRO, Ana Paula Goulart; SACRAMENTO, Igor. Mikhail Bakhtin: linguagem, cultura e mídia. São Carlos: Pedro e João Editores, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Entheoria: Cadernos de Letras e Humanas ISSN 2446-6115

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Departamento de Letras e Artes - Programa de Pós-graduação em Estudos Literários - UEFS (http://www2.uefs.br/ppgldc/revistas.html)