Série histórica das perdas nos sistemas de abastecimento de água dos municípios do Sertão pernambucano

Autores

  • Caroline Cordeiro Costa e Silva Graduada em Engenharia Agrícola e Ambiental pela Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Bianca Mirela Silva do Nascimento Graduada em Engenharia Agrícola e Ambiental pela Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Rodrigo Cândido Passos Silva Doutorando em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco
  • Valmir Cristiano Marques de Arruda Professor da Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Rosângela Gomes Tavares Professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco

Palavras-chave:

Management of water resources, Water supply, Losses, Sertão

Resumo

As perdas de água é um dos temas de interesse da gestão sustentável de recursos hídricos. Desta forma, o presente artigo faz uma avaliação temporal (2008 a 2017) das perdas do sistema de abastecimento de água dos municípios da mesorregião do Sertão de Pernambuco. Para tanto, foram utilizados os Índices de Micromedição (IM), de Perdas no Faturamento (IPF) e de Perdas de Água (IPA) com base nos meses representativos de inverno (junho) e verão (dezembro). Os dados foram fornecidos pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Os resultados apontaram um aumento do IM e uma redução do IPF e do IPA ao longo do período estudado. Ademais, notou-se que os percentuais de perdas de água foram maiores no verão (IPA = 28,35%) do que no inverno (IPA = 27,60%), fato preocupante devido às longas estiagens características destas áreas, ao baixo volume útil dos mananciais e ao elevado consumo de água pela população devido ao calor. Embora as perdas de água no Sertão tenham sido inferior à realidade de alguns municípios brasileiros, a continuidade de medidas gerenciais, como investimentos e monitoramento da rede de abastecimento, é crucial para reduzir progressivamente as perdas de água e aumentar o desempenho do sistema de abastecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AL-WASHALI, T.M.; SHARMA, S.K.; KENNEDY, M.D. Alternative Method for Nonrevenue Water Component Assessment. J. Water Resour. Plann. Manage., v.144, n. 5, 2018.

ANDRADE SOBRINHO, R.; BORJA, P. C. Gestão das perdas de água e energia em sistema de abastecimento de água da Embasa: um estudo dos fatores intervenientes na RMS. Eng Sanit Ambient., v.21, n.4, 2016, 783-795.

ANUNCIAÇÃO, T. S. Proposição de critérios para a hierarquização de softwares utilizados na avaliação de perdas e indicadores de desempenho em sistemas de abastecimento de água. Revista DAE, v. 65, n. 208, 2017, 83-87.

AZEVEDO, B. B.; SAURIN, T. A. Losses in Water Distribution Systems: A Complexity Theory Perspective. Water Resour Manage., v. 32, 2018, 2919–2936.

CAMBRAINHA, G. M. G.; FONTANA, M. E. Análise da aplicação de investimentos em perdas de água no nordeste brasileiro. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 19, n. 2, 2015, p.983-994.

COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO (COMPESA). Relatórios do Sistema de Informações Operacionais – 2008 a 2017.

COMPANHIA PERNAMBUCANA DE SANEAMENTO (COMPESA). Relatórios do Sistema de Informações Operacionais - 2017. 2017.

CUNHA, C. M. T.; SOUZA, G. J.; SILVA, R. C. P.; TAVARES, R. G.; ARRUDA, V. C. M. Análise das perdas nos sistemas de abastecimento de água da Região Metropolitana de Recife. Geama, v. 4, n. 8, 2018, 4 - 8.

DUTRA, R. H. A.; OLIVEIRA, A. L. Utilização de válvulas redutoras de pressão no controle de perdas em redes de abastecimento de água. Revista DAE, v. 65, n. 208, 2017, 122-134.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Informações socioeconômicas de Pernambuco. IBGE Cidades. 2018. Disponível em:< https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pe/panorama>. Acesso em: 14 fev. 2019.

KADU, M. S.; DIGHADE, R. R. Infrastructure leakage index and challenges in water loss management in developing countries. In World environmental and water resources congress 2015: Floods, droughts, and ecosystems - Proceedings of the 2015 world environmental and water resources congress. 2015, 1322–1331.

KUSTERKO, S.; ENSSLIN, S. R.; ENSSLIN, L.; CHAVES, L. C. Gestão de perdas em sistemas de abastecimento de água: uma abordagem construtivista. Eng Sanit Ambient., v.23, n.3, 2018, p. 615-626.

OCIEPA-KUBICKA, A.; WILCZAK, K. Water Loss Reduction as the Basis of Good Water Supply Companies Management. E3S Web of Conferences, v. 19, 2017, 1-5.

RÍOS, J.C.; SANTOS-TELLEZ, R.U.; RODRÍGUEZ, P.H.; LEYVA, E.A.; MARTÍNEZ, V.N. Methodology for the identification of apparent losses in water distribution networks. Procedia Engineering, v. 70, 2014, 238–247

SAMIR, N.; KANSOH, R.; ELBARKI, W.; FLEIFLE, A. Pressure control for minimizing leakage in water distribution systems. Alexandria Engineering Journal, v. 56, 2017, p. 601–612

SILVA, C.M.; PÁDUA, V.L.; BORGES, J.M. Contribution to the study of measures for the reduction of apparent water loss in urban areas. Ambiente & Sociedade, v. 19, n. 3, 2016. 249-268.

SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES SOBRE SANEAMENTO (SNIS). Diagnóstico de água e esgoto 2016. Disponível em:< http://www.snis.gov.br/coleta-de-dados-snis-agua-e-esgotos>. Acesso em: 14 fev. 2019.

VAN DEN BERG, C. Drivers of non-revenue water: A cross-national analysis. Utilities Policy, v. 36 , 2015, 71–78 .

XIN, K.; LI, F.; TAO, T.; XIANG, N.; YIN, Z. Water losses investigation and eval- uation in water distribution system–the case of SA city in China. Urban Water Journal, v. 12, 2014, 430–439.

ZYOUD, S.H.; KAUFMANN, L. G.; SHAHEEN, H.; SAMHAN, S.; FUCHS-HANUSCH, D. Framework for water loss management in developing countries under fuzzy environment: Integration of Fuzzy AHP with Fuzzy TOPSIS. Expert Systems With Applications, v. 61, 2016, p. 86–105.

Downloads

Publicado

2019-09-06

Como Citar

Silva, C. C. C. e, Nascimento, B. M. S. do, Silva, R. C. P., Arruda, V. C. M. de, & Tavares, R. G. (2019). Série histórica das perdas nos sistemas de abastecimento de água dos municípios do Sertão pernambucano. Revista Geama, 5(2), 38–42. Recuperado de http://journals.ufrpe.br/index.php/geama/article/view/2500

Edição

Seção

ARTIGOS