Tratamento físico-químicos de efluente têxtil utilizando Sulfato de Alumínio, Carvão Ativado e Moringa Oleifera.

Autores

  • Ana Luíza Xavier Cunha Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Luiz Martins Pereira Neto Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Valmir Cristiano Marques de Arruda Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • Vicente de Paulo Silva Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • Moacyr Cunha Filho Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • Rosangela Gomes Tavares Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Palavras-chave:

Textile Effluent, water resources, Coagulation, Adsorption

Resumo

Os processos industriais de produção têxtil têm como característica o uso de grandes volumes de água durante as etapas de lavagem e tingimento dos tecidos, resultando em efluentes com enorme diversidade e complexidade química. Os efluentes descarregados em rios ou plantas de tratamento público são altamente contaminados e não são possíveis de serem removidos pela simples separação física sendo aplicados processos físico-químicos com o intuito de clarificar os efluentes. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a eficiência do processo de tratamento físico-químico com coagulação-floculação-decantação (CFD) frente ao tratamento com adsorção, usando como resposta os parâmetros cor, turbidez, pH e DQO (demanda química de oxigênio). O carvão comercial (ativado de origem comercial pulverizado em pó (CAT_P) foi utilizado como adsorvente e sulfato de alumínio (Al2(SO?)3), Carvão Ativado e Moringa Oleifera foram escolhidos como coagulantes. A aplicação dos ensaios indicaram valores dos parâmetros de controle dentro dos padrões de lançamento exigidos pela legislação brasileira e estatisticamente não houve diferença significativa. O uso do CFD com Al?(SO4)3 e CAT_P, seguidos de adsorção com CAT_P, demonstraram ser os mais eficazes com correlação aos três parâmetros, tendo uma melhor resposta aos outros tratamentos e os melhores resultados para a diminuição dos parâmetros analisados: DQO (76,99%), cor (95,40%) e turbidez (99,97%) na quantidade de carvão de 0,1 g e o tempo de agitação de 40 minutos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luíza Xavier Cunha, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Mestranda do programa de pós-graduação em Engenharia Ambiental, UFRPE

Luiz Martins Pereira Neto, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Mestrando do programa de pós-graduação em Engenharia Ambiental, UFRPE

Valmir Cristiano Marques de Arruda, Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Professor do Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Vicente de Paulo Silva, Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Professor do Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Moacyr Cunha Filho, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Professor do Departamento de Estatística, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Rosangela Gomes Tavares, Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Professora do Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Referências

APHA/AWWA.; Standard Methods for the examination of water and wastewater. In: CLESCERI, L.S, GREENBREG, E.; EATON, A.D. (Ed). American public health association. 20 th ed. Washington, 1995.

ARASTEH, R.; MASOUMI, M.; RASHIDI, A.M.; MORADI, L.; SAMIMI, V.; MOSTAFAVI, S.T. Adsorption of 2-nitrophenol by multi-wall carbon nanotubes from aqueous solutions. Appl. Surf. Sci, v. 256, p. 4447, 2010.

ASSIS FILHO, R. B. Uso do resíduos de malacocultura como adsorvente de corantes têxteis. Dissertação de Mestrado. Departamento de Engenharia Química. Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2014.

BEZERRA, A. A. M., GUEDES, R. C., MELO, H. N. S., SOUZA, J. F., JERÔNIMO, C. E. M. Aplicação Da Coagulação/Floculação Como Pré-Tratamento Ao Processo Uv- Peróxido No Tratamento De Efluentes Têxteis. Xxx Congresso De La Asociación Interamericana De Ingeniería Sanitaria Y Ambiental. 2006.

BRASIL. Resolução CONAMA N° 357 de 17 de março de 2005. Classificação de águas, doces, salobras e salinas do Território Nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil Nº 053, págs. 58-63. 2005.

BRASIL. Resolução CONAMA N° 430 de 13 de maio de 2011. Condições e padrões de lançamento de efluentes. Diário Oficial da República Federativa do Brasil Nº 430.

CHANG, CHENG-NAN; YU, RUEY-FANG; CHAO, A. C.; TOJO, S. On-Line Monitoring and Control of Textile Wastewater Color Removal Process. Water Science and Technology, v. 30, n. 3, p. 265-274,1994.

CHAKRABORTY, S., De, S., Basu, J.K., Dasgupta, S. (2005). Treatment of a textileeffluent: application of a combination method involving andnanofiltration. Desalination, v. 174, p. 73-85, 2005.

COSTA, M. C., MONTEIRO, G. A., MOTA, S. B. E DOS SANTOS A. B. Descoloração Redutiva dos Corantes Reactive Red 2 e Congo Red por dois Consórcios Anaeróbios: Avaliação do Potencial Catalítico do AQDS na Presença de Diferentes Doadores de Elétrons. XI Congresso Latino Americano de Digestão Anaeróbia. Ilha de Pacua Chile, 2012.

DUAN, J.; WILSON, F.; GRAHAM, N.; TAY, J. H. Adsorption of humic acid by powdered activated carbon in saline water conditions. Desalination, v. 151, p. 53–66, 2002.

DUNNETT, C. W. Pairwise multiple comparisons in the homogeneous variance, unequal sample size case. Journal of the American Statistical Association, vol. 75, n. 372, p. 789-795, December 1980.

FERNANDES, F. H. Potencial toxicogenômico e carcinogênico de efluentes da indústria têxtil e dos corantes Disperse Red 1 e Disperse Blue 291 em roedores. Dissertação de Doutorado. Departamento de Ciências Biológicas - Instituto de Biociências, Câmpus de Botucatu, UNESP, 2016.

GHANDI, G. Tratamento e controle de efluentes industriais. p. 5-46, 2005.

GUILARDUCI, V. V, S.; MESQUITA, J. P.; MARTELLI, P. B.;GORGULHO, H. F. Adsorção de fenol sobre carvão ativado em meio ativado em meio alcalino. Quim.Nova, v. 29, n.6, p. 1226-1232, 2006.

HOLKAR, C.R. et al. A Critical Review on Textile Wastewater Treatments: Possible Approaches. Journal of Environmental Management, v. 182, p. 351-366. 2016.

KARCHER, S., KORNMULLER, A., JEKEL, M. Removal of Reactive Dyes by Sorption/Complexation with Curcubituril. Water Science and Technology, v. 40, n.4-5, p. 425-433, 1999.

KAWAMURA, S. Optimization of basic water-treatment processes design and operation: Coagulation and flocculation. Aqua, v. 45, n. 1, p. 35-47, 1996.

KHALED, A.; EL-NEMR, A.; EL-SIKAILY, A.; ABDELWAHAB, O. Treatment of artificial textile dye effluent containing Direct Yellow 12 by orange peel carbon. Desalination. v. 238, p. 210-232, 2009.

KIRBY, N.; MC MULLAN, G.; MARCHANT, R. Descolorisation of an artificial textile effluent by Phanerochaete chrysosporium. Biotechnology Letters, v. 17, p. 761-764, 1995.

KOUBA, J. F.; PING, Z. Color Removal for Textiles dyeing Wastewater. Fluid/Particle Separation Journal, v. 7, n. 3, p. 87-90, 1994.

LATIF, U.; DICKERT, F. L. Graphene Hybrid Materials in Gas Sensing Applications. Sensors, n. 15, p. 30504- 30524, 2015.

LICSKÓ, I. Realistic coagulation mechanisms in the use of aluminium and iron (III) salts. Water Science Technology, v. 40, n. 4-5, p. 103-111, 1997.

Lei do Estado de São Paulo Nº 997 de 31 de maio de 1976. A prevenção e o controle da poluição do meio ambiente. Aprovado pelo Decreto 8468 de 08 de setembro de 1976.

MARCHETTO, M.; FERREIRA FILHO, S. S. Interferência do processo de coagulação na remoção de compostos orgânicos causadores de gosto e odor em águas de abastecimento mediante a aplicação de carvão ativado em pó. Engenharia sanitaria e ambiental, Vol.10, nº 3, p. 243-252, 2005

ODUBIYI, O. A.; AWOYALE, A. A.; ELOKA-EBOKA, A. C. Wastewater Treatment with Activated Charcoal Produced from Cocoa Pod Husk. Int. J. Environ. Bioener, v. 4, n. 3, p. 162-175, 2012.

PAIVA, T. M. N. Estudo de remoção de corantes aniônicos em conchas de molusco bivalves. Tese (Doutorado em Engenharia Química) - Universidade Federal de Pernambuco . 2015.

PAPIC, S.; KOPRIVANAC, N.; BOZIC, A. L.; METES, A. Removal of some reactive dyes from synthetic wastewater by combined Al(III) coagulation/carbon adsorption process. Dyes and Pigments, v. 62, n. 3, p. 291-298, 2004.

PRITCHARD, M. et al. A comparison between Moringa oleifera and chemical coagulants in the purification of drinking water – An alternative sustainable solution for developing countries. Physics and Chemistry of the Earth, v. 35, p. 798-805, 2010.

RORATO, W. R.. Utilização de Moringa oleifera LAM como auxiliar no processo de coagulação/floculação/filtração para o tratamento de água de abastecimento. 2013. 49 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campo Mourão, 2013.

ROSSI, T. et al. Waste from eucalyptus wood steaming as a natural dye source for textile fibers. Journal of Cleaner Production. v. 143, Pages 303–310. 2017.

SAPARI, N. Treatment and reuse of textile wastewater by overland flow. Desalination, v. 106 (1-3): 179-182, 1996.

SIQUARA, L. O., A influência do íon cloreto na determinação da demanda química de oxigênio. Revista Têxtil, São Paulo: R. da Silva Haydu e Cia Ltda. 1994

SOLMAZ, S.K.A., Üstün, G.E., Birgül, A., Tasdemir Y. (2007). Treatability studieswith chemical precipitation and ion exchange for an organized industrialdistrict (OID) effluent in Bursa, Turkey. Desalination, p. 301-312, 217.

YANG, Cheng et al. Advanced treatment of textile dyeing secondary effluent using magnetic anion exchange resin and its effect on organic fouling in subsequent RO membrane. Journal of hazardous materials, v. 284, p. 50-57, 2015.

Downloads

Publicado

2019-12-27

Como Citar

Cunha, A. L. X., Neto, L. M. P., Arruda, V. C. M. de, Silva, V. de P., Filho, M. C., & Tavares, R. G. (2019). Tratamento físico-químicos de efluente têxtil utilizando Sulfato de Alumínio, Carvão Ativado e Moringa Oleifera. Revista Geama, 5(3), 47–55. Recuperado de http://journals.ufrpe.br/index.php/geama/article/view/2882

Edição

Seção

ARTIGOS