Management Control Review http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview pt-BR <p>A<em> Management Control Review</em> está licenciada com uma licença do Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional (CC BY-NC).</p><p><strong>http://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/</strong></p> carla.leitao@ufrpe.br (Carla Renata Silva Leitão) vaniafdasilva@gmail.com (Vania F. da Silva) Wed, 14 Jul 2021 02:33:29 +0000 OJS 3.2.1.2 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Editorial http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4483 Carla Renata Silva Leitão Copyright (c) 2021 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4483 Wed, 14 Jul 2021 00:00:00 +0000 AS PRÁTICAS DE CONTROLO DE GESTÃO E A PERFORMANCE FINANCEIRA DE UM GRUPO PORTUGUÊS INSERIDO NO SETOR DAS ATIVIDADES DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4231 <p>O presente artigo tem como objetivo analisar, ao longo do período 2014-2018, a influência que a utilização de sistemas de controlo de gestão, implementados por um grupo português do setor das Atividades de Informação e Comunicação, tem na sua <em>performance </em>financeira. Para o efeito, foi utilizada a metodologia do estudo de caso, tendo-se recolhido informações através de reuniões, observação direta e análise documental. Concluiu-se que, nos anos de 2014 e 2015, a alteração existente nos sistemas de controlo de gestão na fase de controlo retrospetivo, contribuiu de forma positiva para a melhoria dos indicadores de volume de negócios, EBITDA e rendibilidade dos capitais próprios. O aperfeiçoamento dos sistemas na fase de controlo integrado gerou um aumento do volume de negócios, da rendibilidade dos capitais próprios e da autonomia financeira, em 2016 e 2017. No ano 2018, verificou-se uma quebra nos indicadores volume de negócios e EBITDA. Com base nos resultados, sugeriram-se algumas propostas de melhoria dos sistemas de controlo de gestão adotados.</p> Alexandra Domingos, Beatriz Mendonça Copyright (c) 2021 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4231 Wed, 14 Jul 2021 00:00:00 +0000 DESEMPENHO, GESTÃO DAS PERDAS TÉCNICAS E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DO SETOR DE SANEAMENTO http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4168 <p class="Default" style="text-align: justify;">Este estudo tem como objetivo investigar as relações do desempenho com a gestão das perdas técnicas e eficiência energética da companhia de saneamento da Paraíba. para tanto, abordou-se um referencial teórico acerca de desempenho, perdas técnicas e eficiência energética. Como metodologia, foram selecionados indicadores de qualidade com intuito de representar o desempenho (atendimento da portaria sobre qualidade da água e reclamações e serviços executados). Ainda, as variáveis de gestão de perdas técnicas e eficiência energética são subdivididas em seis categorias: fatores administrativos, gerenciais, ambientais, sociais, técnicos e operacionais. O tratamento foi pela matriz de correlação de <em>Spearman</em>, havendo como justificativa o fato de as variáveis correlacionadas apresentarem natureza ordinal. Isso posto, constatou-se que há correlação de determinadas variáveis de gestão de perdas técnicas e eficiência energética com indicadores de qualidade, sobretudo no que tange ao desempenho com as estratégias aplicadas para haver redução do número de reclamações ou solicitações de serviços por parte dos clientes, bem como pela otimização do tempo para soluções de serviços solicitados.</p> Thamirys de Sousa Correia, Wenner Glaucio Lopes Lucena, Paulo Roberto Nóbrega Cavalcante Copyright (c) 2021 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4168 Wed, 14 Jul 2021 00:00:00 +0000 CAUSAS DOS DESVIOS ORÇAMENTAIS DESFAVORÁVEIS E OS SEUS CONSTRUCTOS: O CASO DOS PROJETOS DAS EMPRESAS DE CONSTRUÇÃO PORTUGUESAS http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4481 <p>As empresas de construção preocupam-se cada vez mais com novas orientações estratégicas e formas de gestão dos orçamentos dos projetos para melhorarem a sua competitividade e sustentabilidade. Nesta linha de pensamento, procurou-se analisar a relação dos constructos que determinam as causas dos desvios orçamentais desfavoráveis nos projetos das empresas de construção Portuguesas. Para o seu desenvolvimento foram adotados métodos e técnicas de investigação quantitativa. Os resultados apresentados no estudo mostram uma elevada correlação entre os cinco constructos de primeira ordem &nbsp;(ambiente interno, ambiente externo, tempo/atraso, complexidade do projeto e financiamento do projeto), fundamentada pela revisão da literatura, justificam a compreensão relativa à identificação dos fatores que determinam as causas dos desvios orçamentais desfavoráveis nos projetos das empresas de construção Portuguesa. De salientar que, os objetivos traçados para este estudo foram alcançados ao disponibilizar os conhecimentos complementares nesta área de investigação, não apenas em termos científicos, mas também em termos práticos.</p> Caropul Capembute Mendes, João Pedro Couto, José Vaz Ferreira, Eulino Mendes Copyright (c) 2021 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4481 Wed, 14 Jul 2021 00:00:00 +0000 USO DO MÉTODO ABC PARA O LEVANTAMENTO E ANÁLISE DOS CUSTOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EM UMA EMPRESA DE TECNOLOGIA http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4183 <p>Devido ao grande destaque dado a internet nos últimos anos, e consequentemente, o aumento do uso de <em>softwares</em> para realização de atividades diversas, empresas de desenvolvimento destes produtos vêm ganhado evidência e mostrando a necessidade de um posicionamento de destaque no mercado competitivo. Para isso, tais empresas precisam otimizar seus processos, diminuir seus custos e planejar suas atividades frente ao desafio de encontrar métodos de gestão para isso, dada a complexidade de seus processos. Sendo assim, o objetivo principal deste trabalho foi aplicar o método ABC <em>(Activity Based Costing)</em> como ferramenta de auxílio para o levantamento e análise dos custos de desenvolvimento de <em>softwares</em> em uma empresa de tecnologia. Para isso, foi utilizado o método de custeio ABC, que consegue traduzir a complexidade de processos e ainda gerar informações relevantes a tomada de decisões. Assim, foi possível identificar etapas mais e menos relevantes em termos dos custos e obter oportunidades para otimização das atividades.</p> Jonas Figuerêdo Silva, Maria Silene Alexandre Leite Copyright (c) 2021 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 http://journals.ufrpe.br/index.php/managementcontrolreview/article/view/4183 Wed, 14 Jul 2021 00:00:00 +0000