Conflitos entre criadores da raça Moxotó e animais silvestres no Semiárido pernambucano

Autores

  • Rosália Barros Nascimento de Medeiros Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Janaina Kelli Gomes Arandas UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
  • Ângelo Giuseppe Chaves Alves Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Rômulo Romeu Nóbrega Alves Universidade Federal da Paraíba
  • Maria Norma Ribeiro Universidade Federal Rural de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.26605/medvet-v14n4-2525

Palavras-chave:

animais de produção, conhecimento local, conservação, raças locais.

Resumo

Este artigo tem como objetivos identificar conflitos existentes entre criadores de caprinos da raça Moxotó e os predadores naturais dos seus animais, no município de Ibimirim, Pernambuco, bem como descrever as formas locais de prevenção aos ataques e suas implicações para conservação de raças caprinas e espécies silvestres. As informações foram obtidas através de entrevistas com questionários semiestruturados, complementadas com listas-livres. Foram entrevistados nove criadores, considerados especialistas locais. Foram identificadas 13 espécies selvagens como as principais causadoras de danos para as criações de caprinos da região. As espécies citadas foram carcará (Caracara plancus), gato-mourisco (Puma yagouaroundi), conhecido e designado na região pelos criadores como gato-do-mato azul e vermelho, jiboia (Boa constrictor), urubu (Coragyps atratus), cão doméstico (Canis familiaris), raposa (Cerdocyon thous), cascavel (Crotalus durissus), morcego (Desmodus rotundus), jararaca (Bothropoides erythromelas), onça-parda (Puma concolor) e gavião (espécie não-identificada), em ordem decrescente de importância.  O conflito entre criadores de caprinos e os animais silvestres se deve aos prejuízos econômicos causados pelos ataques. Os criadores diferenciam as espécies predadoras principalmente pela forma e intensidade dos ataques. Em geral, a caça ainda é a principal forma de prevenção dos ataques, porém, registraram-se formas locais de defesa para algumas espécies. É necessário que se estabeleça um diálogo constante entre os criadores e os órgãos ambientais responsáveis pelas políticas públicas com o objetivo de desenvolver estratégias para a conservação das raças locais, como a raça Moxotó, e espécies silvestres.

Biografia do Autor

Rosália Barros Nascimento de Medeiros, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Doutroa pelo Departamento de Zootecnia na Universidade Federal Rural de Pernambuco

Janaina Kelli Gomes Arandas, UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO

Pesquisadora Dra. Bolsista de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional no Departamento de Zootecnia na Universidade Federal Rural de Pernambuco

Ângelo Giuseppe Chaves Alves, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Professor no Departamento de biologia na Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rômulo Romeu Nóbrega Alves, Universidade Federal da Paraíba

Professor no Departamento de biologia na Universidade Federal da Paraíba

Maria Norma Ribeiro, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Professora no Departamento de Zootecnia na Universidade Federal Rural de Pernambuco

Referências

Albuquerque, U.P.; Lucena, R.F.P.; Alencar, N.L. Métodos e técnicas para coleta de dados etnobiológicos. In: Albuquerque, U.P.; Lucena, R.F.P.; Cunha, L.V.F.C. Métodos e técnicas na pesquisa etnobiológica e etnoecológica. Recife: Núcleo Publicações em Ecologia e Etnobotânica Aplicada (NUPEEA), 2010. p.39- 64.

Alves, R.R.N.; Rosa, I.L.; Santana, G.G. The role of animal-derived remedies as complementary medicine in Brazil. BioScience, 57(11): 949-955, 2007.

Alves, R.R.N.; Léo Neto, N.A.; Santana, G.G.; Vieira, W.L.S.; Almeida, W.O. Reptiles used for medicinal and magic religious purposes in Brazil. Applied Herpetology, 6(3): 257-274, 2009.

Alves, A.G.C; Pires, D.A.F; Ribeiro, M.N. Conhecimento local e produção animal: uma perspectiva baseada na etnozootecnia. Archivos Zootecnia, 59(R): 45-56, 2010.

Alves, R.R.N.; Vieira, K.S.; Santana, G.G.; Vieira, W.L.S.; Almeida, W.O.; Souto, W.M.S.; Pezzuti, J.C.B. A review on human attitudes towards reptiles in Brazil. Environmental Monitoring and Assessment, 184(11): 6877-6901, 2012.

Bailey, K. Methods of social research. 4th ed. New York: The Free Press, 1994. 553p.

Bernard, R. Research methods in anthropology: qualitative and quantitative approaches. New York: Almira Press, 2002. 821p.

Bisol, C.A. Estratégias de pesquisa em contextos de diversidade cultural: entrevistas de listagem livre, entrevistas com informantes-chave e grupos focais. Estudos de Psicologia (Campinas), 29(1): 719-726, 2012.

Borgatti, S.P. Anthropac 4.0. Natick: Analytic Technologies, 1992.

Brewer, D.D. Supplementary interviewing techniques to maximize output in free listing task. Field Methods, 14(1): 108-118, 2002.

Cavalcanti, S.M.C.; Paula, R.C. de; Gasparini-Morato, R.L. Conflitos com mamíferos carnívoros: uma referência para o manejo e a convivência. Brasília: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, ICMBio. 2015.

Costa Neto, E.M.A. Etnozoologia no Brasil: um panorama bibliográfico. Bioikos, 14(2): 31-45, 2000.

Conover, M.R. Resolving human-wildlife conflict: the science of wildlife damage management. Cherril Hill: Lewis Publishers, 2002.

Hair Jr., J.F.; Black, W.C.; Babin, B.J.; Anderson, R.E.; Tatham, R.L. Análise multivariada de dados. 6ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2009. 688p.

IBGE. Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Agropecuária, Pesquisa da Pecuária Municipal 2011. Produção da pecuária municipal. v. 39, 2011. Disponível em: <https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/84/ppm_2011_v39_br.pdf>. Acesso em: 03 jan. 2012.

Farias, F.D.B. Selvageria ou carência nutricional? Ciência Hoje, 35(209): 62-65, 2004.

Fita, D.S.; Neto, E.M.C.; Schiavetti, A. 'Offensive' snakes: cultural beliefs and practices related to snakebites in a Brazilian rural settlement. Journal of Ethnobiology and Ethnomedicine, 6(1): 1-13, 2010.

Kumar, H. Human-wildlife conflict in a degraded habitat of lower Chambal valley. Asian Journal of Research in Social Sciences and Humanities, 2(4): 193-205, 2012.

Levin, J.; Fox, J.A. Estatística para ciências humanas. 9a ed. São Paulo, 2004. 397p.

Marques, J.G.W. Pescando pescadores: uma etnoecologia abrangente no baixo São Francisco. São Paulo: NUPAUB-USP, 1995. 304p.

Mendonça, L.E.T.; Souto, C.M.; Andrelino, L.L.; Souto, H.M.S.; Vieira, W.L.S; Alves R.R.N. Conflitos entre pessoas e animais silvestres no Semiárido paraibano e suas implicações para conservação. Sitientibus - série Ciências Biológicas, 11(2): 185–199, 2011.

Moura, M.R.; Costa, H.C.; De Avelar São-Pedro, V.; Fernandes, V.D.; Feio, R.N. O relacionamento entre pessoas e serpentes no Leste de Minas Gerais, Sudeste do Brasil. Biota Neotropica, 10(4): 133-141, 2010.

Nascimento, R.B. Caracterização morfoestrutural e do sistema de criação da raça Moxotó em seu centro de origem com base no conhecimento local. Dissertação (Mestrado em Zootecnia), Universidade Federal Rural de Pernambuco. 2010. 75p.

Ünal, Y.; Pekin, B.K.; Oğurlu, I.; Süel, H.; Koca, A. Human, domestic animal, Caracal (Caracal caracal), and other wildlife species interactions in a Mediterranean forest landscape.European Journal of Wildlife Research, 66(1), 1-5, 2020.

Nowell, K.; Jackson, P. Wild cats: Status Survey and Conservation Action Plan. Gland: IUCN/SSC Cat Specialist Group, 1996. 382p.

Oli, M.K.; Taylor, I.R.; Rogers, M.E. Snow leopard Panthera uncia predation of livestock: An assessment of local perceptions in the Annapurna Conservation Area, Nepal. Biological Conservation, 68(1): 63-68, 1994.

Oliveira, J.C.V. de; da Rocha, L.L.; Ribeiro, M.N.; Gomes Filho, M.A. Caracterização e perfil genético visível de caprinos nativos no Estado de Pernambuco. Archivos de Zootecnia, 55(209): 63-73, 2006.

Palmeira, F.B.L.; Barrella, W. Conflitos causados pela predação de rebanhos domésticos por grandes felinos em comunidades quilombolas na Mata Atlântica. Biota Neotropica, 7(1): 119-128, 2007.

Redpath, S.M.; Young, J.; Evely, A.; Adams, W.M.; Sutherland, W.J.; Whitehouse, A.; Gutiérrez, R.J. Understanding and managing conservation conflicts. Trends in Ecology & Evolution, 28(2): 100-109, 2013.

Rocha, L.L.; Silva, R.C.B.; Oliveira, J.C.V.; Ribeiro, M.N. Avaliação morfoestutural de caprinos da raça Moxotó. Archivos de Zootecnia, 216(1):483-488, 2007.

Santos-Fita, D.; Costa-Neto, E.M. As interações entre os seres humanos e os animais: a contribuição da etnozoologia. Biotemas, 20(4): 99-10, 2007.

SAS. SAS/STAT. User’s guide. Version 8. v. 2. Cary: SAS Institute Inc., 1999.

Sick, H. Ornitologia brasileira. 2ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997. 862p.

Trêves, Α.; Karanth, K.U. Human-carnivore conflict and perspectives on carnivore management worldwide. Conservation Biology, 17: 1491-1499, 2003.

Torres, F.D.; Valença, C.; Andrade-Filho, G.V. First record of Desmodus rotundus in urban area from the city of Olinda, Pernambuco, Northeastern Brazil: a case report. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, 47(2): 107-108, 2005.

Downloads

Publicado

2020-11-26

Edição

Seção

Animais Selvagens