Fitoterápicos de ação terapêutica no sistema nervoso de caninos: revisão de literatura

Autores

  • Terezinha Carla Carvalho da Silva Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife-PE, Brasil
  • Ana Luísa Toscano Vieira Pinto Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife-PE, Brasil
  • Evilda Rodrigues de Lima Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife-PE, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.26605/medvet-v15n2-2733

Palavras-chave:

plantas medicinais, fitoterapia veterinária, neurologia

Resumo

Fitoterápicos são medicamentos produzidos a partir de plantas que apresentam substâncias com princípios terapêuticos, a procura por esta terapia natural associa-se ao fato de que os fármacos sintéticos apresentam efeitos indesejáveis e alto custo. Na medicina veterinária o uso de fitoterápicos vem ganhando espaço no tratamento de uma grande variedade de enfermidades independente do sistema fisiológico acometido. Devido à importância em conhecer os estudos experimentais que relatem os benefícios da fitoterapia na neurologia veterinária, essa pesquisa bibliográfica realizada em livros, artigos, revistas, dissertações e teses teve o objetivo de relatar quais os fitoterápicos agem de forma terapêutica sobre o sistema nervoso central de caninos com distúrbios neurológicos e neuropsíquicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alves, A.C. Os portugueses e a investigação das plantas medicinais e aromáticas de origem tropical. Revista Farmácia Portuguesa. Medicamento, História e Sociedade, 39(3): 1-8, 1986.

Alonso, J.R. Tratado de Fitomedicina, Bases Clínicas Y Farmacológi¬cas. Buenos Aires: Isis Ediciones SRL, 1998. 1039 p.

Almeida, S.K.; Freitas, F.L.C.; Pereira, T.F.C.; Etnoveterinária: a fitoterapia na visão do futuro profissional veterinário. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 1(1): 67-74, 2006.

Ansel, C.H.; Price, J.S. Manual de cálculos farmacêuticos. São Paulo: Artmed, 2005. 300 p.

Bernacci, L.C.; Cervi, A.C., Milward-de-Azevedo, M.A. Passifloraceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 28 March, 2015

Bhattaram, V.A.; Graefe, U.; Kohlert, C.; Veit, M.; Derendorf H.; Farmacocinética e biodisponibilidade de medicamentos à base de plantas. Fitomedicina, 9(Supl. 3): 1-33, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria no 971, 3 de maio de 2006. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2006/prt0971_03_05_2006.html>. Acesso em: 05 set. 2019.

Brasil Plantas. Morinda citrifolia. Noni. 2017. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2019.

Cavalcanti, M.A importância dos flavonoides naturais na Medicina Veterinária e na Terapia do Stress de animais de companhia. Dissertação (Mestrado - Área de Fitoterapia) – FACIS – Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo, São Paulo, 1997. 50 p.

Carvalho, J.C.T. Fitoterápicos anti-inflamatórios: aspectos químicos, farmacológicos e aplicações terapêuticas. Ribeirão Preto: Tecmedd, 2004. 480 p.

Chrisman, C.; Mariani, C.; Platt, S.; Clemmons, R. Neurologia para o clínico de pequenos animais. São Paulo: Roca, 2005. 360 p.

Craig, L.E. Cause of death in dogs according to breed: a necropsy survey of five breeds. Journal of the American Animal Hospital Association, 37(5): 438-443, 2001.

Crespí, A. Fumaria officinalis subesp. officinalis. Jardim Botânico da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (JB-UTAD), 2015. Disponível em: <https://jb.utad.pt/especie/Fumaria_officinalis_subesp_officinalis> Acesso em 05 jul. 2019.

Cunha, A.P.; Silva, A.P.; Roque, O.R. Plantas e produtos vegetais em fitoterapia. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2003. 701 p.

De Vos, P.; European materia medica in historical texts: longevity of a tradition and implications for future use. Journal of Ethnopharmacology, 132(1): 28-47, 2010.

Deng, S.; Afa, K.P.; Brett, J.O.; Chen, X.S.; Bing-Nan, Z.; Jarakae, C.J.; Constituintes inibidores da lipoxigenase dos frutos de Noni (Morinda citrifolia) coletados no Taiti. Jornal de Produtos Naturais, 70(5): 859-862, 2007.

Di Maio, F.R.; Oliveira, J.A. Morinda in lista de espécies da flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: <https://www.seednative.es/Valeriana-officinalis-Valeriana-300-semillas-Valerian-d181.htm>. Acesso em 05 jul. 2019.

Fenner, W.R. Doenças do cérebro. In: Ettinger, S.J.; Feldman, E.C. Tratado de Medicina Interna Veterinária: doenças do cão e do gato. 5a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. p. 631.

Forlenza, O.V.; Ginkgo biloba e memória: mito ou realidade. Revista de Psiquiatria Clínica.; 30(6): 218-220, 2003.

Gohil, K.; Packer, L. Global gene expression analysis identifies cell and tissue specific actions of Ginkgo biloba extract. Cellular and Molecular Biology, 48: 625-631, 2002.

Hoskins, J.D. Doenças virais caninas. In: Ettinger, S.J.; Feldman, E.C. Tratado de Medicina Interna Veterinária: doenças do cão e do gato. 5a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. p. 440-441.

Köktürk, S.; Ceylan, S.; Etus, V.; Yasa, N.; Ceylan, S. Morinda citrifolia L. (noni) and memantine attenuate periventricular tissue injury of the fourth ventricle in hydrocephalic rabbits. Neural Regeneration Research, 8(9):773-782, 2013.

Lima, J.L.S.; Furtado, D.A.; Pereira, J.P.G.; Baracuhy, J.G.V.; Xavier, H.S. Plantas medicinais de uso comum no Nordeste do Brasil. Campina Grande: UFCG, 2006. 81p.

López, P.P.; García, E.R. Fitoterapia básica y podológica. Revista Internacional de Ciências Podológicas, 6(1): 39-50, 2012.

Lorenzi, H.; Matos. J.A. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas. 2a ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2008. 576 p.

Mathivanan, N.; Surendiran, G.; Srinivasan, K.; Sagadevan, E.; Malarvizhi, K. Review on the current scenario of Noni research: Taxonomy, distribution, chemistry, medicinal and therapeutic values of Morinda citrifolia. International Journal of Noni Research - Noni Family, 1(1):1-16, 2005.

Melo Filho, J.S. O Etnoconhecimento das plantas medicinais no município de Catolé do Rocha, Paraíba. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal de Campina Grande, 2014. 59 p.

Monteiro, M.V.B.; Rodrigues, S.T.; Camurça-Vasconcelos, A.L.F. Plantas medicinais utilizadas na medicina etnoveterinária praticada na Ilha do Marajó. Belém: Embrapa Amazônia Oriental, 2012. 33 p.

Morazzoni, P.; Bombardelli, E. Valeriana officinalis: traditional use and recent evaluation of activity. Fitoterapia, 66(2): 99-112, 1995.

Neves, I.V.; Tudury, E.A.; Costa, R.C. Fármacos utilizados no tratamento das afecções neurológicas de cães e gatos. Semina: Ciências Agrárias, 31(3): 745-766, 2010.

Otamiri, T.; Tagesson, C. Ginkgo biloba extract prevents mucosa damage associated with small intestinal ischaemia. Scandinavian Journal of Gastroenterology, 24(6): 666-670, 1989.

Ratnoglik, S.L.; Aoki, C; Sudarmono, P.; Komoto, M.; Deng, L.; Shoji, I.; Fuchino, H.; Nobuo, K.; Hotta, H. Antiviral activity of extracts from Morinda citrifolia leaves and chlorophyll catabolites, pheophorbide and pyropheophorbide a, against hepatitis C virus. Microbiology and Immunology, 58(3):188-194, 2014.

Reichling, J.; Saller, R.; Herbal remedies in veterinary phytotherapy. Schweiz Arch Tierheilkd, 143(8): 395-403, 2001.

Riedel, E.; Hansel, R.; Ehrke, G. Inhibition of gamma-aminobutyric acid catabolism by valerenic acid derivatives. Planta Medica, 46(4): 219-220, 1982.

Tavares, L. Ginkgo Biloba. Vida Em Destaque. 2013. Disponível em: . Acesso em 05 jul. 2019.

Tombolato, F.C.A.; Barbosa, W.; Hiroce, R. Noni: frutífera medicinal em introdução e aclimatação no Brasil. Informações Técnicas: O Agronômico, 57(1):20-21, 2005.

Torres, M.A.O. Avaliação da eficácia da Morinda citrifolia (noni) no tratamento de cães com sintomatológica neurológica infectados pelo vírus da cinomose e pela Ehrlichia canis. (Tese de Doutorado em Biotecnologia) Universidade Federal do Maranhão, 2016. 188 p.

Vasconcelos, R., Amaral, H., Kuci, C. Disfunção cognitiva em cães idosos: avaliação clínica e estratégias terapêuticas. Clínica Veterinária, 103: 62-70, 2013.

Ywata, C.; Antônio, J. Cordeiro, R; Medicina Natural: a cura está na natureza. Cajamar, São Paulo: Três, 2005. 548p.

Downloads

Publicado

2021-07-06

Edição

Seção

Clínica e cirurgia de pequenos animais