A SUBUMANIZAÇÃO EM “QUARTO DE DESPEJO”

Wagner Marques Cordeiro

Resumo


Livro de autoria da Carolina Maria de Jesus (1914-1977), escrito sob forma de diário, narra as agruras cotidianas e pessoais da negra favelada, marginalizada e semi-alfabetizada que Carolina foi. Assim, ela põe à vista a sua vivência em condições subumanas naquela favela do Canindé, juntamente com seus filhos, no fim da década de 1950, onde a fome passou a lhe fazer sombra diariamente. Sob esta ótica, a vida lhe irrompera como um fardo em que direitos básicos como moradia, higiene, saúde, alimentação, segurança, lazer acabam por lhe serem cerceados. É nesse ponto que nossa análise se detém: a relação entre a condição de cidadã e o pensamento dos direitos humanos. E, como quer o sociólogo e crítico literário Antonio Candido (1988, p. 172), “pensar em direitos humanos tem um pressuposto: reconhecer que aquilo que consideramos indispensável para nós é também indispensável para o próximo”.

Palavras-chave


Literatura; Memória; Direitos Humanos

Texto completo:

PDF

Referências


ARENDT, Hannah. Origens do Totalitarismo: Antissemitismo, Imperialismo e Totalitarismo. Trad. Roberto Raposo. 8ª Edição. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

BOBBIO, Norberto. Dicionário de Política. 7ª ed., Brasília, DF, Editora Universidade de Brasília, 1995, págs. 353-355.

CÂNDIDO, Antônio. O direito à Literatura. In: Vários escritos. São Paulo: Duas Cidades, 1995.

FERRARI, Márcio. Poética de resíduos. Disponível em http://revistapesquisa.fapesp.br/2015/05/15/poetica-de-residuos/. Acesso em 03 de novembro de 2015.

FREITAS, Eduardo De. Fome no Brasil; Brasil Escola. Disponível em . Acesso em 02 de outubro de 2015.

HUNT, Lynn. A invenção dos direitos humanos: uma história. Tradução: RosauraEichenberg. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

PALÁCIO DO PLANALTO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Fome cai 82% em 12 anos no Brasil, afirma ONU. Disponível em http://www2.planalto.gov.br/noticias/2015/05/fome-cai-82-em-12-anos-no-Brasil-afirma-onu. Acesso em 02 de outubro de 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista MILBA