Uma abordagem etnobotânica acerca das plantas úteis cultivadas em quintais em uma comunidade rural do semiárido piauiense, Nordeste do Brasil

Paulo Henrique da Silva, Ykaro Richard Oliveira, Maria Carolina de Abreu

Resumo


Este estudo direcionou-se a inventariar as plantas úteis cultivadas em quintais na comunidade rural de Aroeiras, município de Monsenhor Hipólito-PI, alocar as espécies citadas em categorias de uso, bem como delinear o perfil socioeconômico dos envolvidos na pesquisa, para assim conhecer e registrar o conhecimento tradicional local. O trabalho de campo foi realizado de fevereiro a maio de 2014, mediante entrevistas semi-estruturadas, fazendo uso do método bola-de-neve para a seleção dos participantes. Utilizou-se também a técnica da turnê-guiada pelos quintais e, simultâneo ao levantamento de dados, foram coletadas amostras das plantas citadas, as quais foram herborizadas segundo técnicas usuais em taxonomia vegetal, onde o sistema de classificação APG III foi o adotado. Dos 71 indivíduos entrevistados, 87,32% pertencem ao sexo feminino. Foram levantadas 188 espécies, pertencentes a 68 famílias, onde as mais representativas foram a Fabaceae e Lamiaceae. Quanto às categorias de uso, a ornamental, medicinal e alimentar foram as mais representativas. Chenopodium ambrosioides, Aloe vera e Ruta graveolens foram as espécies em que se encontrou os maiores valores de uso para a localidade estudada


Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.24221/jeap.2.2.2017.1175.144-159

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Journal of Environmental Analysis and Progress

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.