Avaliação da qualidade hídrica de um rio do semiárido piauiense

Flávia Nycaelle Leal Costa, Ykaro Richard Oliveira, Paulo Henrique da Silva, Paulo Michel Pinheiro Ferreira, Ana Carolina Landim Pacheco, Maria Carolina de Abreu

Resumo


O rio Guaribas foi a principal fonte de renda para a população de Picos, entretanto, a ação antrópica desencadeou mudanças no referido corpo d’água. Assim, o objetivo deste artigo foi averiguar a qualidade de amostras de água do rio Guaribas, coletadas em diferentes pontos no perímetro urbano do município de Picos-PI. Os parâmetros físico-químicos e bacteriológicos analisados foram: alumínio, alcalinidade total, dureza total, potencial de hidrogênio, turbidez, coliforme totais e coliformes fecais. As análises físico-químicas foram realizadas por meio de titulação, potenciômetro e turbidímetro. As analises microbiológicas foram realizadas através do método dos tubos múltiplos. Foram percebidas variações nos parâmetros, principalmente entre a área de menor interferência humana (P0) e o ponto de coleta após a área urbanizada da cidade (P2), onde neste, os maiores valores percebidos foram: 0,5mg.L para o alumínio (número acima do aceitável); 326 mg.L para a dureza; 19,8 UNT para a turbidez; pH levemente ácido (8,1); além do mais, foi percebida a presença de Escherichia coli na maioria do material coletado. Logo, foi possível concluir que q interferência humana através de dejetos de hospitais, esgotos domésticos e resíduos sólidos, afetaram diretamente a qualidade da água do rio estudado.

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: https://doi.org/10.24221/jeap.3.2.2018.1828.218-225

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista e Autor

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.