A CRIMINALIZAÇÃO DA JUVENTUDE NO DISCURSO MIDIÁTICO DA VIOLÊNCIA ESCOLAR EM BELÉM-PA

Livia Sousa da Silva, Laura Maria Silva Araújo Alves

Resumo


Neste artigo, propomo-nos a investigar os discursos midiáticos impressos sobre violência escolar na cidade de Belém-Pa, e a tessitura discursiva proposta em relação à figura dos alunos, sobretudo jovens; a partir do levantamento de vinte (20) peças jornalísticas do jornal impresso “O Liberal”, compreendidas no período de 2001-2010. A análise empreendida levou em consideração o arcabouço epistemológico da teoria dialógica bakhtiniana, sob as categorias de Significado e Sentido. Em virtude dessa análise e da presença dessa imagem midiática negativa atribuída à juventude, esperamos poder contribuir para a problematização desse cenário, já que a mídia hoje ocupa uma função social bastante legitimada socialmente influenciando não só a forma de pensar sobre determinados temas, como também as ações empreendidas na escola e no contexto maior da sociedade.
Palavras-Chave: Violência Escolar. Mídia. Juventude.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Revista Cadernos de Ciências Sociais da UFRPE

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons