Repopulação de abrigos de morcegos hematófagos Desmodus rotundus após ações de controle seletivo direto no município de São Pedro – SP

Autores

DOI:

https://doi.org/10.26605/medvet-v14n4-2141

Palavras-chave:

Desmodus rotundus, abrigos, repopulação, vírus da raiva

Resumo

Durante o ano de 2002, foi realizada uma busca por abrigos de morcegos hematófagos Desmodus rotundus no município de São Pedro - SP. Quando localizados, essas populações foram georeferenciadas e avaliadas quanto a sua população e utilização. Esses dados foram fornecidos à Coordenadoria de Defesa Agropecuária, a qual enviou uma equipe técnica no dia 08/05/2002 para a realização de um controle populacional através da aplicação de pasta vampiricida. Para a avaliação da repopulação dos abrigos, foram realizadas inspeções nos dias 10/09/2002, 12/04/2005 e 11/05/2006. A repopulação de abrigos foi reduzida de 62,5 % a 87,5%. Quando houve, essa repopulação se deu, principalmente, pela presença de machos em grutas e um túnel. Também foram enviadas amostras de D. rotundus para o Instituto Pasteur - SP, para pesquisa do antígeno rábico e prova biológica, sendo que todas apresentaram resultados negativos. A ausência de repopulação de abrigos por fêmeas e formação de novas maternidades por um período de quatro anos é um indício de que a população de D. rotundus está controlada, não ocorrendo crescimento vegetativo da população destes morcegos nesta região. O monitoramento da repopulação dos abrigos por D. rotundus, bem como o envio de amostras para pesquisa do antígeno rábico nessa população são importantes ferramentas de estudos de corte epidemiológico do vírus da raiva, além de possibilitar o aprimoramento de estratégias no controle seletivo desses morcegos e da raiva dos herbívoros. 

Biografia do Autor

Paulo Jacques Mialhe, Universidade Federal de São Carlos Departamento de Ciências Ambientais

Departamento de Ciencias Ambientais

Luiz Eduardo Moschini, Universidade Federal de São Carlos Rodovia Washington Luiz, Km, 235 Jardim Guanabara, São Carlos, SP.

Professor Associado do Departamento de Ciências Ambientais da Universidade Federal de São Carlos, Doutor em Ecologia, atuando na Linha de Pesquisa Planejamento e Conservação Ambiental.

Referências

Avelino, A.; Zoccolaro, P.T.; Rosa, T.Z.; Cunha, E.M.S. Diagnóstico laboratorial da raiva na região oeste do Estado de São Paulo. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, 38(6): 493-495, 2005.

Barquez, R.; Pérez, S.; Miller, B.; Díaz, M. Desmodus rotundus. IUCN: International Union for Conservation of Nature, 2012 Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2020.

Bennett, M. Bats and human emerging diseases. Epidemiological Infectious 134: 905‑907, 2006.

Blackwood, J.C. Resolving the roles of immunity, pathogenesis, and immigration for rabies persistence in vampire bats. Proceedings of the National Academy of Sciences, 110(51): 20837-20842, 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Morcegos em áreas Urbanas e Rurais: Manual de Manejo e Controle. Brasília, 1998. Disponível em: https://pt.scribd.com/doc/72930141/Morcegos-em-areas-urbanas-e-rurais-manual-de-manejo-e-controle. Acesso em: 14 jun. 2020.

BRASIL, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis. Instrução Normativa nº 141, de 19 de dezembro de 2006. Disponível em: <https://portal.fiocruz.br/sites/portal.fiocruz.br/files/documentos/IN%20141%20IBAMA%20DEZ%2006.pdf>. Acesso em: 14 jun. 2020.

BRASIL, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Controle da raiva dos herbívoros: manual técnico. Brasília: Mapa/ACS, 2009, p. 43-56. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/file/Aniamal/programa%20nacional%20dos%20herbivoros/revis%C3%A3o%20sobre%20raiva.pdf>. Acesso em: 14 jun. 2020.

BRASIL, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Casos de raiva em herbívoros e suínos no Brasil, no período anual de 1996 a 2008. Brasília: MAPA, 2010. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/file/Aniamal/programa%20nacional%20dos%20herbivoros/casos%20de%20raiva%20em%20herbivoros.pdf>. Acesso em: 14 jun. 2020.

BRASIL, Ministério da Saúde. Portaria no - 204, de 17 de fevereiro de 2016a. Disponível em: <http://bvsS.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2016/prt0204_17_02_2016.html>. Acesso em: 14 jun. 2020.

BRASIL, Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Vigilância, Prevenção e Controle de Zoonoses. 2016b. Disponível em: <http://bvsS.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_vigilancia_prevencao_controle_zoonoses.pdf>. Acesso em: 14 jun. 2020.

Bressan, P.M.; Kierulff, M.C.M.; Sugieda, M.A. Fauna ameaçada de extinção no estado de São Paulo – Vertebrados. São Paulo: Fundação Parque Zoológico de São Paulo: Secretaria do Meio Ambiente, 2009. 645p.

Calisher, C.H.; Childs, J.E.; Field, H.E.; Holmes, K.V.; Schountz, T. Bats: important reservoir hosts of emerging viruses. Clinical Microbiology Reviews. 19: 531-545, 2006.

Corrêa, M.M.O.; Lazar, A.; Dias, D.; Bonvicino, C.R. Quirópteros hospedeiros de zoonoses no Brasil. Boletim da Sociedade Brasileira de Mastozoologia, 67: 23-38, 2013.

Dias, R.A.; Nogueira Filho, V.S.; Goulart, C.S.; Telles, I.C.O.; Marques, G.H.F., Ferreira, F.; Amaku, M.; Neto, J.S.F. Modelo de risco para circulação do vírus da raiva em herbívoros no Estado de São Paulo, Brasil. Revista Panamericana de Salud Publica, 30(4): 37-376, 2011.

Dobson, A.P. What links bats to emerging infectious diseases? Science 310: 628‑629, 2005.

Fernandes, M.E.B.; Costa, L.J.; Andrade, F.A.G.; Silva, L.P. Rabies in humans and non-human in state of Pará, Brazilian Amazon. Brazilian Journal Infectious Diseases, 17: 251–253. 2013.

Freitas, M.B.; Welker, A.F.; Pinheiro, E.C. seasonal variation and food deprivation in common vampire bats (CHIROPTERA: PHYLLOSTOMIDAE). Brazilian Journal of Biology, 66(4): 1051-1055, 2006.

Gomes, M.N; Uieda, W. Abrigos diurnos, composição de colônias, dimorfismo sexual e reprodução do morcego hematófago Desmodus rotundus (E. Geoffroy) (Chiroptera, Phyllostomidae) no Estado de São Paulo. Brasil. Revista Brasileira de Zoologia 21(3): 629-638, 2004.

Gomes, M. N.; Uieda, W.; Latorre, M.R.D.O. Influência do sexo de indivíduos da mesma colônia no controle químico das populações do morcego hematófago Desmodus rotundus (Phyllostomidae) no Estado de São Paulo. Pesquisa Veterinária Brasileira. 26(1): 38-43, 2006.

Gomes, M.N.; Monteiro, A.M.V.; Nogueira, V.S.; Gonçalves, C.A. Áreas propícias para o ataque de morcegos hematófagos Desmodus rotundus em bovinos na região de São João da Boa Vista, estado de São Paulo. Pesquisa Veterinária Brasileira, 27: 307-313, 2007.

Greenhall, A.M.; Joermann, G.; Schmidt, U. Desmodus rotundus. Mammalian Species, 202: 1-6, 1983.

Greenhall, AM; Artois, M; Fekadu, M. Bats and rabies. Lyon: Marcel Mérieux, 1993.107p.

Halpin, K.; Hyatt, A.D.; Plowright, R.K.; Epstein, J.H.; Daszak, P.; Campo, H.E.; Wang L.; Daniels, P.W. Henipavirus ecology research group.emerging viruses: coming in on a wrinkled wing and a prayer. Emerging Infectious Diseases, 44: 711‑717, 2007.

Hayes, M.A.; Piaggio, A.J. Assessing the potential impacts of a changing climate on the

distribution of a rabies virus vector. PLoS One, 13(2), 2018.

Hyatt, A.D.; Daszak, P.; Cunningham, A.A.; Field, H.; Gould, A.R. Henipaviruses: gaps in the knowledge of emergence. EcoHealth, 1: 25-38, 2004.

Holmes, E.C.; Woelk, C.H.; Kassis, R.; Bourhy, H.A. Genetic constraints and the adaptive evolution of rabies virus in nature. Virology, 292(2): 247-257, 2002.

Johnson, N.; Aréchiga-Ceballos, N.; Aguilar-Setien, A. Vampire bat rabies: ecology, epidemiology and control. Viruses, 6(5): 1911-1928, 2014.

Kotait, I; Gonçalves, C. A.; Peres, N.F.; Souza, M.C.A.M.; Targueta, M.C. Manual Técnico do Instituto Pasteur n. 1 – Controle da raiva dos herbívoros São Paulo, 1998. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2020.

Kuzmin, I.V.; Mayer, A.E.; Niezgoda, M.; Markotter, W.; Agwanda, B.; Breiman, R.F.; Rupprecht, C.E. Shimoni bat virus, a new representative of the Lyssavirus genus. Virus Research 149(2): 197‑210, 2010.

Lima, F.E.S.; Cibulsk, S.P; Carnielli Jr., P.; Elesbao, F.; Batista, H.B.C.R.; Roehe, P.M.; Franco, A.C. First detection of adenovirus in the vampire bat (Desmodus rotundus) in Brazil. Virus Genes 47(2): 378‑381, 2013.

Lord, R.D. Control of vampire bats. In: Greenhall, A.M.; Schmidt, U. Natural history of vampire bats. Boca Ratón: CRC Press, 1988. p.215-226.

Love, R.J.; Philbey; A.W.; Kirkland, P.D.; Ross, A.D.; Davis R.J.; Morrissey C.; Daniels, P.W. Reproductive disease and congenital malformations caused by Menangle virus in pigs. Australian Veterinary Journal 79(3): 192‑198, 2001.

Mialhe, P.J.; Moschini, L.E. Análise de fatores de receptividade de vulnerabilidade na elaboração de modelo de risco a ataques de morcegos hematófagos a bovinos no município de São Pedro – SP. Archives of Veterinary Science 23(2): 72-83, 2018.

Molyneux, D.H. Trypanosomes of bats. In: Kreier, J.P; Baker, J.R. Parasitic Protozoa. San Diego: Academic Press, 1991. p. 195‑224.

Mühldorfer, K. Bats and bacterial pathogens: a review. Zoonoses and Public Health 60(1): 93‑103, 2012.

Oliveira, P.R; Silva, D.A.R.; Rocha, J.H.; Melo, S.M.A; Bombonato, N.G.; Carneiro e Silva, F.O. Levantamento, cadastramento e estimativa populacional das habitações de morcegos hematófagos, antes e após atividades de controle, no município de Aráguari, MG. Arquivo do Instituto Biológico 76(4): 553-560, 2009.

Plowright, R.K.; Foley, P.; Field, H.E; Dobson, A.P.; Foley, J.E.; Eby, P.; Daszak, P. Urban habituation, ecological connectivity and epidemic dampening: the emergence of Hendra virus from flying foxes (Pteropus spp.). Proceedings of the Royal Society B 278: 3703‑3712, 2011.

Reis, N.R.; Peracchi, A.L.; Pedro, W.A.; Lima, I.P. Morcegos do Brasil. Londrina: Nélio R. dos Reis, 2007. 253p.

Rosenthal, J. E. AID finds ways to control vampire bat. War on Hunger 6(60): 1-23, 1972.

Souza, L.C.; Langoni, H.; Silva; R.C.; Lucheis; S.B. Vigilância epidemiológica da raiva na região de Botucatu-SP: importância dos quirópteros na manutenção do vírus na natureza. Ars Veterinaria, 21(1): 62-68, 2005.

Taddei, V.A.; Gonçalves, C.A.; Pedro, W.A.; Tadei, W.J.; Kotai, I.; Arieta, C. Distribuição do morcego vampiro Desmodus rotundus no Estado de São Paulo e a raiva dos animais domésticos. Campinas: Impresso Especial da CATI, 1991. 107p.

Turner, D.C. The vampire bat. A field study in behavior and ecology. Maryland: The Johns Hopkins University Press, 1975. 146p.

Downloads

Publicado

2020-11-26

Edição

Seção

Medicina Veterinária Preventiva