A CONCORDÂNCIA EM CARTAZ: UMA PROPOSTA DE TRABALHO NA EJA À LUZ DA ANÁLISE LINGUÍSTICA

Cicero Nestor Pinheiro Francisco

Resumo


Este artigo visa compartilhar uma proposta de trabalho pedagógico com a concordância nominal nas turmas de Educação de Jovens e Adultos das séries finais do Ensino Fundamental, à luz dos processos entendidos como Análise Linguística. Através desses processos entende-se que o trabalho com o ensino de gramática, em sala de aula, adquire uma maior perspectiva se consideradas as diversas situações de produção tais como a intencionalidade, o público-alvo, o emprego lexical, entre outros, em detrimento de apenas a memorização de regras gramaticais. Este trabalho, de abordagem qualitativa, é o resultado de uma pesquisa-ação que possibilitou identificar um maior envolvimento por parte dos alunos culminando em uma prática pedagógica mais significativa no ambiente escolar, uma vez que a análise textual partiu de textos do cotidiano. A culminância deu-se através da produção textual dos próprios alunos que empregaram satisfatoriamente a concordância nominal em suas produções finais.


Palavras-chave


Análise Linguística. Língua Portuguesa. Concordância nominal. Ensino de gramática.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Cicero Nestor Pinheiro Francisco

Licença Creative Commons