Uma prática de ensino orientada para a elaboração de estudos de caso na formação inicial de professores de Química

Autores

Palavras-chave:

Linguagem Química, Formação Inicial, Estratégia de Ensino

Resumo

O presente artigo versa sobre uma prática de elaboração de estudos de caso desenvolvida no componente curricular de Química Geral ofertado num Curso de Licenciatura em Química. A estratégia de ensino contemplou a elaboração orientada de estudos de caso com atenção para o uso da linguagem química. Tal prática de ensino foi elaborada de forma coletiva por duas professoras com especialidades na área da educação e da química. O objetivo consistiu em propor e analisar a elaboração de estudos de caso por licenciandos da primeira fase do Curso visando potencializar tanto a elaboração de um gênero discursivo diferenciado como, uma visão mais ampla da química e de seu ensino num movimento de significação conceitual. Todo o processo de elaboração foi orientado em sala de aula pelas professoras e, foram realizadas trocas de leituras entre os licenciandos. Os resultados construídos indiciaram a elaboração de casos com as características específicas de tal gênero discursivo, com a indicação de temáticas atuais, da presença de conceitos químicos e de diálogos o que denotou a apropriação pelos licenciandos dessa forma de escrita. Reforça-se com isso a elaboração orientada de estudos de caso como uma metodologia que contribui na formação do professor e no processo de significação conceitual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Brasil. (2002). Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 01/2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília, DF, 18 fev.

Brasil. (2002) Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 02/2002. Institui a duração e a carga horária dos cursos de licenciatura, de graduação plena, de formação de professores da Educação Básica em nível superior. Brasília, DF, 19 fev.

Brasil. (2015) Conselho Nacional de Educação/Ministério de Educação. Resolução nº 2, de 1º de julho. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada.

Brasil. (2005) parecer CNE/CES Nº 15/2005. Solicitação de esclarecimento sobre as Resoluções CNE/CP nº1 e 2/2002, que institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior.

Brasil. (2001) Parecer CNE/CP 28/2001. Dá nova redação ao parecer 21/2001 que estabelece a duração e a carga horária dos cursos de formação de professores da educação básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Conselho Nacional de Educação/Conselho Pleno.

Brasil. (2001) Parecer CNE/CP 9/2001. Diretrizes curriculares Nacionais para a formação de professores da educação básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Conselho Nacional de Educação/Conselho Pleno.

Bakhtin, Mikhail (2010) Estética da Criação Verbal. Trad. Paulo Bezerra. 5. ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 476p.

Cunha, Maria. I. da. (2004) A docência como ação complexa: o papel da didática na formação de professores. In: ROMANOWSKI, J. P.; MARTINS, P. L. O.; JUNQUEIRA, S. R. A. Conhecimento local e conhecimento universal: pesquisa, didática e ação docente. Curitiba: Champagnat, p. 31-42.

Kunst, Raquel & Wenzel, Judite S. (2018) A prática da leitura e da escrita no ensino de Química. Revista do Programa de Pós-Graduação em Ensino - Universidade Estadual do Norte do Paraná Cornélio Procópio, v. 2, n. 1, p. 122-136.

Leme, Jay. L. (1997). Aprender a hablar ciencia. Buenos Aires: Paidós.

Lüdke, Menga & ANDRÉ, Marli. E. D. A. (1986) Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Editora Pedagógica e Universitária.

Maldaner, Otavio. A. & Zanon, Lenir. B. (2010) Química Escolar na Inter-Relação com Outros Campos de Saber In: Santos, W. L. P. & Maldaner, O. A. (orgs.). Ensino de Química em Foco – Ijuí: Ed. Unijuí.

Maldaner, Otavio. A. (2010) Prefácio. In: Echeverria, A. R. & Zanon L. B. Formação Superior em Química no Brasil: práticas e fundamentos curriculares. Ijuí: Ed. UNIJUI, p. 9 – 16.

Maldaner, Otavio. A. (2014) Formação de Professores para um contexto de Referência Conhecido. In: Nery, B. K. & Maldaner, O. A. Formação de Professores: Compreensões em novos programas e ações. Ijuí, Ed. UNIJUÍ, p. 15 – 41.

Massena, Elisa. P.; FILHO, Neurivaldo. J. de G. & SÁ, Luciana. P. (2013) Produção de casos para o ensino de química: uma experiência na formação inicial de professores. Quim. Nova, 36 (7), 1066-1072.

Marques, Mario. O. (2001). Escrever é preciso: o princípio da pesquisa. Ijuí: Unijuí, 2001.

Moraes, Roque; Galiazzi, Maria. C. & Ramos, Maurivan (2002) Pesquisa em sala de aula: fundamentos e pressupostos. In: MORAES, R.; LIMA, V.M.R. (Org.). Pesquisa em sala de aula: tendência para a educação em novos tempos. Porto Alegre: EDIPUCRS, p.11-20.

Mortimer, Eduardo. F. (2000) Linguagem e formação de conceitos no ensino de ciências. Belo Horizonte: Ed. UFMG.

Nóvoa, António (2017). Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, v. 47, n. 166, p. 1106-1133.

Rivard, Léonard. P. & Straw, B. Stanley. (2000) The Effect of Talk and Writing on Learning Science: An Exploratory Study. International Journal Science Education, 84 (5), 566 – 593.

Sirgado, Angel. P. (2000) O social e o cultural na obra de Vigotski. In: Educação & Sociedade, ano XXI, nº 71, Julho, p. 45 – 78.

Sá, Luciana P. & Queiroz, Salete. L. de (2010). Estudo de Casos no Ensino de Química. 2. ed. Campinas: Átomo.

Vigotski, Lev S. (2009) A construção do pensamento e da linguagem. 2 ed. São Paulo: Editora Martins Fontes.

Wenzel, Judite S. & Maldaner, Otavio A. (2014) A significação conceitual pela escrita e reescrita orientada em aulas de química. Quim. Nova, Vol. 37, No. 5, 908-914.

Wenzel, Judite S. & Maldaner, Otavio A. (2016) A prática da escrita e da reescrita orientada no processo de significação conceitual em aulas de química. Revista Ensaio. Belo Horizonte, v. 18, n. 2, p. 129 – 146.

Downloads

Publicado

2021-08-07

Como Citar

Scherer Wenzel, J., & Boneberger Behm, M. (2021). Uma prática de ensino orientada para a elaboração de estudos de caso na formação inicial de professores de Química. Revista Debates Em Ensino De Química, 7(1), 222–235. Recuperado de http://journals.ufrpe.br/index.php/REDEQUIM/article/view/2837

Edição

Seção

Debates em Ensino e Aprendizagem da Química