A Resolução de Problemas articulada ao Ensino de Química

Denise Rosa Medeiros, Mara Elisângela Jappe Goi

Resumo


Neste trabalho apresenta-se um recorte de uma pesquisa de mestrado, desenvolvida em uma turma de primeiro Ano do Ensino Médio de uma escola pública localizada no Município de Caçapava do Sul, RS. Exibe-se como questão de pesquisa: “Como potencializar a aprendizagem na disciplina de Química, através da utilização da metodologia de Resolução de Problemas? Buscando o aprimoramento dos processos de ensino e aprendizagem destaca-se os tipos de problemas tratados pela literatura e duas do total de cinco categorias de análise, sendo elas: Etapas da Resolução de Problemas e Discussão das estratégias utilizadas para a Resolução de Problemas, objetivando conhecer, acompanhar e mediar o processo. Foram empregadas estratégias de Resolução de Problemas no sentido de instigar a leitura, pesquisa, investigação, construção coletiva de conhecimento e explicação de resultados obtidos. Utilizou-se da pesquisa qualitativa, os dados foram produzidos por reflexões em diário de bordo, leitura de relatórios e a transcrição de áudios das aulas. A análise dos resultados foi realizada de acordo com a metodologia da Análise de Conteúdo de Bardin. A partir desta pesquisa, evidenciou-se algumas dificuldades dos estudantes nos aspectos relacionados às diferentes etapas da implementação da proposta e revelou-se potencialidades do uso da Resolução de Problemas, tais como construção conceitual, procedimental e atitudinal dos alunos em relação aos conhecimentos químicos necessários para a solução das tarefas solicitadas e o interesse e preocupação pela Resolução de Problemas sociais que foram elencados, bem como melhora na apresentação oral dos alunos e ampliação de conhecimentos de outras disciplinas.


Palavras-chave


Resolução de Problemas. Ensino de Química. Categorias de Análise

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Denise Rosa Medeiros, Mara Elisângela Jappe Goi