Análise da inserção da educação ambiental (EA) no ensino básico na cidade de Caruaru-PE: Uma abordagem no ensino de Química

Maria Aparecida Batista, Roberto Araújo Sá

Resumo


Esta pesquisa pretende discutir a inserção da Educação Ambiental (EA) nas práticas de ensino das escolas públicas estaduais da cidade de Caruaru/PE e na formação de professores de química da UFPE/CAA. O estudo foi realizado através de análises das concepções e práticas de professores e gestores de três escolas que possuem regime integral e semi-integral, além da análise dos Projetos Políticos Pedagógicos – PPPs. Conscientes da importância do currículo escolar para a prática docente buscou-se analisar também, como a temática está inserida na formação inicial de professores de química da UFPE/CAA, através de suas concepções. Para a coleta dos dados, utilizou-se a entrevista semiestruturada com docentes e gestores do ensino básico e questionário por meio da escala Likert para os licenciandos. Os resultados apontam que os professores possuem duas concepções em relação à EA, a primeira conservacionista e a segunda está restrita a abordagem da EA no ensino de ciências. Para os discentes do curso de química, os resultados demonstram que possuem uma visão positiva quanto a EA, porém desconhecem a obrigatoriedade da temática no currículo escolar. Estes dados possibilitam-nos refletir sobre a qualidade dos manuais concernentes à Educação Ambiental, uma vez que a formação inicial, apesar de caminhar para uma EA inovadora, ainda persiste em uma perspectiva conservadora.


Palavras-chave


Educação Ambiental; Formação Inicial; Ensino de química.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Maria Aparecida Batista, Roberto Araújo Sá